publicidade

A vida é curta demais para se perder tempo com meias palavras e meias verdades!

Abrir o coração, declarar-se, dizer o que deseja é como saltar de um penhasco sem saber se o paraquedas vai abrir ou não. Dá um baita frio na barriga. Mas sem um pouco de adrenalina, viver se resume a pegar metrô lotado e pagar as contas no fim do mês. Sem um pouco de adrenalina, nos afastamos de nós mesmos.



Sim, a vida é curta demais para se perder tempo com meias palavras e meias verdades. A vida é curta demais para se perder tempo com qualquer coisa que não faça sentido real para nós. A vida é curta demais para ser feliz apenas aos finais de semana e feriados. Até mesmo porque feriados e datas comemorativas são boas armadilhas para estresse e conflitos bobos.

Sim, a vida é curta demais para ser perdida por excesso de delicadeza, por medo de se expor, por medo de ouvir um não, por medo de parecer ridículo ou vulnerável. Sim, somos todos um pouco ridículos quando nos apaixonamos ferozmente e quem nunca provou desta louca sensação, não tem direito algum de julgar.

a-vida-e-curta-demais-para-se-perder-capa-e-dentro


Sim, somos todos bastante vulneráveis quando a vida abre portas inusitadas: uma nova oportunidade profissional, a viagem dos sonhos, um novo amor. Ninguém está perfeitamente apto para viver o novo. Mas sem uma boa dose de coragem, não saímos do lugar. Não fazemos nada além das mesmices da rotina.

Abrir o coração, declarar-se, dizer o que deseja é como saltar de um penhasco sem saber se o paraquedas vai abrir ou não. Dá um baita frio na barriga. Mas sem um pouco de adrenalina, viver se resume a pegar metrô lotado e pagar as contas no fim do mês. Sem um pouco de adrenalina, nos afastamos de nós mesmos.

Sim, a vida é curta demais para se trabalhar naquilo que se odeia. Sim, a vida é curta demais para sair com os amigos só as sextas à noite. Sim, a vida é curta demais para se namorar só aos sábados e fazer amor com hora marcada. Sim, a vida é curta demais para se fazer apenas o que está na moda. Sim, a vida é curta demais para passar batom vermelho só à noite.


Sim, a vida é curta demais para ficar se prendendo à opinião não solicitada de pessoas que nem imaginam os dramas que nós vivemos. Sim, a vida é curta demais para conviver com gente que nos põe para baixo. Sim, a vida é curta demais para nós ficarmos colocando os outros para baixo. Sim, a vida é curta demais para ficarmos julgando quem nos machucou. Sim, a vida é curta demais para deixar o amor passar. Sim, a vida é curta demais para se comer arroz com passas…rs piadas à parte, aproveitando o momento natalino.

Fácil??? Acho que nem preciso responder! Mas de qualquer forma vale a pena passar a vida inteira lutando para ser alguém cada vez mais livre de tudo aquilo que rouba o nosso tempo e embota os momentos que poderiam ser felizes. Moralismo? De jeito nenhum! Apenas vontade de sorver a vida em goles fartos.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.