publicidade

A vida é pra ser vivida por inteiro!

Bem… Vejo a vida como um pacote completo. Neste pacote temos: ‘coisas’ boas e ‘coisas’ ruins. E temos que aceitar a vida com tudo isso. Na verdade, há mais coisas que desejaríamos não ter, mas muito dessas, é inevitável e reclamar não adianta absolutamente em nada. Aliás, lutar contra aquilo que não se consegue mudar é pura perda de energia.



Desistir de dividir a vida em momentos bons e ruins é mais que necessário para que possa ter uma vida equilibrada pelo menos a nível psico-emocional.

A vida não é como um biscoito, que se come apenas o recheio e joga-se o restante fora… …é o mesmo que querer apenas ficar com a cereja do bolo.

Cada momento menos positivo ensina uma lição para enfrentar a vida melhor.


Cada momento desse tipo ensina a valorizar MAIS os momentos bons já vivenciados.

Muitos acontecimentos em nossa vida também vejo como uma moeda de cara e coroa.

Os chineses explicam que tudo tem dois lados: Yin e Yang, que fazem parte inalienável do mesmo ser (Ser?).


a-vida-e-pra-ser-vivida-foto-02

Negar aquilo que não se gosta tanto, ou lutar contra aquilo que não se pode mudar, é sempre um desconforto adicional na vida. Se, se concentrar a energia emocional para lutar contra as lembranças menos qualificadas e refugar os maus momentos, vai faltar energia para se aproveitar tudo o que tem de bom na vida.

Aceitar a vida por completo (seus acontecimentos bons e menos qualificados), ajuda a lidar melhor com as frustrações inevitáveis bem como experimentar a alegria nas realizações vitoriosas. Viver a vida com alegria e aprender a reconhecer todas as suas porções nos torna fortes e mestres de nós mesmos nesse lindo percurso de vivências extraordinárias nessa jornada atual

Veja bem que, o trajeto não é feito só de acertos, e mesmo os ‘erros’ carecem de aceitação. Sem ‘errar’, não se aprende muita coisa. Mas também, errar não é tudo; aprender é necessário e preciso.

Há um ditado que diz: “sempre que cair, ao se levantar, apanhe alguma coisa do chão” ou “Dê um passo atrás, mesmo que para pegar impulso”. Isso significa que não devemos ser intransigentes conosco, nem com a vida, nem com os que nos cercam. Sempre se aprende e se ensina, e, nunca sabemos tudo nessa vida e sempre teremos uma lição aprendida nas quedas, nos erros por assim dizer: Não se deve olhar onde caímos, mas sim onde foi o tropeço.

Saber lidar com as bolas quadradas que se recebe de vez em quando é muito importante; e se elas vierem em grande quantidade, tem-se de lutar, aceitar e não desistir jamais.

Sabendo disso, é bom prestar atenção em tudo que está certo e que é o mais essencial: a saúde, os relacionamentos, o emprego, os projetos de vida… Porque assim, prestando maior atenção em tudo que está em lugar certo e que é mais importante, a mente deixará de funcionar com uma película aderente para as ‘coisas ruins’ e será um próton (positivo) na vida.

Há que saber, discernir, e aceitar o que é certo e o errado.

a-vida-e-pra-ser-vivida-capa-e-dentro

Há que ser corajoso para seguir adiante; tendo impulso o suficiente para ir sempre à frente. Ser intransigente atravanca a vida.

Quando se aceita aquilo que não se pode controlar (a vida), ela se torna suave e prazerosa.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.