A vida é uma viagem…

4min. de leitura

Gosto de dizer que a vida è uma viagem. E se vamos para uma viagem, precisamos necessariamente montar uma mala.



Vamos considerar aqui, que na sua mala da vida, você colocará a bagagem que você vai levar para o lado de lá. Depois que você morrer.

Muitas pessoas, por não conhecerem o destino desta viagem, ou não acreditarem que há um destino, acabam colocando os itens errados nesta mala, e passam a viagem toda infelizes.

Não saber o que colocar na sua mala da vida é quase como montar uma mala cheia de roupas de neve para viajar para o Havaí: você chegará no destino “nu”.


Você já parou para pensar que o destino da viagem da vida nós não bem sabemos. Mas podemos sim sentir.

Podemos sentir através de nossas emoções, o prazer e felicidade que temos quando fazemos o bem para alguém.

Ou então, o arrependimento e ódio ao fazer o mal.


Acredito que o destino da nossa viagem é o amor. E não o amor sem barreiras. Sem crescimentos. Mas sim, o amor que Jesus, Buda, entre outros seres de luz vieram nos ensinar.

O amor desinteressado.

Vamos imaginar que você vai morrer amanhã:

O que você terá guardado na sua bagagem de aprendizados?

Os troféus, diplomas, conquistas, você não os terá.

Tudo o que você conquistou materialmente também não.

Pare e pense. Quem você era quando nasceu, e quem você se tornou?

Você cresceu? Você evoluiu? Você buscou suas dores mais profundas e trouxe-as para a luz? Você seguiu a lei do amor em todos os seus atos, pensamentos e decisões?

Aliás, você sabe quais são os seus maiores e mais profundos defeitos?

Você tem trabalhado diariamente para que, quando você chegar “do lado de lá”, você carregue a superação deles na sua bagagem espiritual?

É evidente que não podemos deixar de olhar para a nossa versão poderosa, para encontrarmos forças para trazermos para a luz a nossa sombra, mas não acredito que há felicidade sem progresso espiritual. Afinal, é para isso que estamos aqui.

Imagine um pássaro que não pudesse voar? Um peixe que não pudesse nadar?

É passada a hora que nós, humanos, possamos compreender, e aplicar, o propósito de nossas vidas: a evolução da nossa consciência e espírito em direção do amor.

E não existe evolução sem que você trabalhe por ela. É impossível consertar um buraco no telhado se você não souber onde está o buraco, certo?

Da mesma forma, não conseguiremos progredir em direção da luz, sem que possamos olhar para tudo o que mora dentro de nós que está em direção oposta do amor: a raiva, o ódio, a inveja, a arrogância, o ciúmes, a falta de fé que gera vontade de controlar tudo e todos.

Busque sua coragem, força e fonte inesgotável de amor que mora dentro de você, não só para atingir metas e deixar um legado no mundo.

Use-as para deixar um legado para a sua alma, que será o melhor legado que você poderá deixar para o planeta.

Como dizia Gandhi: “seja a mudança que você quer ver no mundo”

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.