4min. de leitura

A vida está em constante movimento… é uma viagem sem destino definido….

E apesar de tudo a vida continua e precisa ser vivida com amor e gratidão.

Vivemos idealizando o amor como se ele fosse um objetivo inalcançável, como se estivesse numa loja para ser comprado, ou ainda nas mãos de outro alguém. Portanto, no hall das coisas impossíveis. Comumente atrelamos a felicidade à nossa condição de encontrar um amor que nós mesmos julgamos impossível.


Criamos um diálogo interno: Ninguém me ama porque não tenho dinheiro, porque sou feio, porque sou gordo, porque sempre sou traída. É preciso recomeçar e aprender que as dores, e os infortúnios não são méritos de um ou outro, mas que todos nós, estamos expostos a essas situações.

A vida é feita de momentos. Alguns bons, e outros nem tão bons. Altos e baixos fazem parte da vida de todos.

Não importa sua situação, a vida está em constante movimento é uma viagem sem destino definido. A bússola é sua os mapas são seus. Quem decide aonde ela vai te levar é você! Essa escolha é solitária. Nessa jornada pessoas vão te acompanhar, outras vão te deixar!

Haja sempre com serenidade para que as constantes mudanças não alterem o seu equilíbrio. Mantenha a fé, a firmeza, a força, a coragem, o ânimo, independente das circunstâncias.


Doeu? Espere passar a dor pra se entregar de novo. Não deixe que o mundo perceba seu sofrimento, nem todo mundo vai te olhar com amor. Recolha-se! Espere o tempo passar. Coloque as coisas no lugar.

Adversidades nos deixam mais fortes e nos mostram que precisamos aprender a lição que a vida quer nos ensinar.


E apesar de tudo a vida continua e precisa ser vivida com amor e gratidão.

Arrume a casa, o coração, junte os pedaços. Depois, só depois, mostre-se. Ame-se! Cuide do seu corpo, da sua alma. Seja leve, sorria! Espalhe a sua graça, amor atrai amor. Ame-se primeiro.

Jogue fora as lembranças ruins, amarguras, desilusões. Guarde apenas as boas coisas da vida. Sonhe, sonhe alto. Se afaste de quem te faz mal. Fale menos dos outros.

Concentre-se na sua vida. Ande sem destino. Respire fundo. Admire as pequenas coisas. Alegria também se aprende!

Alegre-se com as pequenas coisas que acontecem no seu dia. Um trabalho que deu certo, o cheiro de um bolo, um café quente, um abraço apertado, um sorriso inesperado. Um dia cheio de pequenas gentilezas pode ser um dia muito feliz!

Não espere que coisas grandes aconteçam para se sentir alegre, melhor. Não atrele sua alegria às causas impossíveis. Não deposite nos outros a responsabilidade pela sua felicidade.

A vida todos os dias nos brinda com um nascer do sol, um sorriso de alguém que nos ama, um abraço, um cuidado, um afeto. Mas ela também nos oferece desafios, lutas, dificuldades e desventuras.

A vida é como um bordado tecido todos os dias com pequenos pontos, que um dia formarão a nossa história.

Cabe a mim e a você, a escolha entre a esperança e a desilusão.

Quem determina a dimensão da bênção ou a imensidão da dor somos nós! O seu problema é maior que a sua benção? A escolha é sua! Pense nisso! Seja feliz!!!





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.