ColunistasReflexão

A vida não é nem nunca foi difícil!

A VIDA NÃO ÉEE

A vida é bela – se conseguirmos ver.



Se conseguirmos ver a beleza na simplicidade, nas coisas de todos os dias, aquilo que pode passar despercebido à primeira, temos uma perceção mais alargada do Mundo. É preciso olhar mais atentamente, notar.

Parece haver um tipo de beleza específico para a Natureza, um padrão inerente a ela que é inimitável quando há a tentativa de o replicar.

É o fluir, o existir e ser-se amor.


O movimento dos animais, o gentil balançar das árvores, os ciclos que acontecem estação a estação e ecossistemas que subsistem à base de um único ambiente…mostram que tudo está sempre tratado.

a-vida-nao-eee

Que há uma força superior que cuida de tudo, uma fertilidade eterna para gerar mais vida, recursos abundantes para todos os seres. Esta Terra em que vivemos é maravilhosa.

Se é assim com a Natureza que nos rodeia, também haveria de ser assim para nós, humanos. Mas nós, com a nossa qualidade racional, as nossas complexidades, problemas que nunca mais acabam, damos cabo de tudo, e parece que destruímos a Terra e o seu delicado equilíbrio.


Mas, como sempre costumo dizer, pelo menos por mais uns triliões de anos a Terra irá existir e subsistir. Os seres humanos é que necessitam encontrar a paz dentro deles mesmos, pois neles há um Universo inteiro a ser explorado, mas para entrar nesta viagem de consciência temos de baixar as guardas da resistência.

Temos de desistir de resistir. Vamos dar-nos asas para elevar a perspetiva. Podemos ter sido ensinados de que a chave para o progresso é a força, mas na verdade é a permissão.

É em baixar as guardas que está a chave, em voltar às origens. A nossa natureza é cósmica, universal, e não somos apenas um grão de poeira no infinito: somos este infinito.

Todos os dias há uma luta interna, pois todas as pessoas têm um propósito: “Como posso ser feliz?” E tentam, de diversas maneiras – inutilmente, porque tentar apenas bloqueia a nossa jornada de Felicidade.


Pois amigos, estou aqui para vos dizer, que a Felicidade já existe na vossa vida. E ela existe dentro de todos nós, porque é desta energia que nós somos feitos.

Viemos para o físico para experimentar os diferentes graus de emoção, os diferentes tipos de experiência e perspetivas sobre as quais vivê-las.

Viemos pela delícia da diversidade. Para sentirmos na pele o que é amar e rir, mas também o que é sofrer e chorar. Porque é quando experimentamos estas sensações que recebemos com mais clareza aquilo que queremos realmente.

O problema é que o medo das sensações negativas fez-nos ansiar apenas pelas experiências que nos trazem sensações positivas, como se a nossa vida girasse apenas em torno da nossa reação sobre as coisas.


Mas não é assim. Quando o ser humano se deixa escravizar pelas circunstâncias externas, sofre mais ainda, e, pior, tem a tendência de culpar os outros, de culpar o Mundo.

Por isso é que há tantas pessoas por aí que dizem que a vida é difícil. Elas tiveram medo, sofreram, viveram situações que não eram o que elas queriam, sem terem a coragem de se responsabilizarem pelas suas próprias emoções.

Parece doloroso assumirmos o leme da criação da nossa vida, mas quanto mais longe formos tendo isto consciente na nossa mente, mais descobriremos que aquilo que era realmente doloroso, era achar que o Mundo era cruel e que nós não podíamos mudá-lo.

Podemos sim mudar o Mundo, porque as pessoas já têm, dentro delas, a consciência da verdade. Todos os seres sabem, inerentemente, que são aquilo que querem ser.


a-vida-nao-e

Mas aqueles que escolher reaver esta verdade, são um exemplo poderoso para os outros.

A sua jornada de Iluminação pode ter parecido fácil, como se, do dia para a noite, tivessem decidido viver sob a perspetiva da Felicidade. Porém, é um caminho que nós escolhemos e temos de continuar a escolher, para que ele nos escolha a nós.


Salmo 23: uma chave de poder em suas mãos!

Artigo Anterior

Deixe-se ser amado… Porque o amor bonito não machuca!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.