Notícias

VÍDEO: avião russo é abatido e explode na capital Kiev; cidade dispara alarmes

VIDEO aviao russo e abatido e explode na capital Kiev cidade dispara alarmes

Tropas russas começaram a se aproximar de Kiev, capital da Ucrânia, na madrugada desta sexta-feira (25). A informação teria sido obtida pelo secretário de Defesa dos Estados Unidos, Lloyd Austin, de acordo com a agência norte-americana AP.

A agência informou que o secretário teria tido uma conversa por telefone com congressistas, que confirmaram que forças da Rússia que entraram no país por Belarus estariam a cerca de 32 quilômetros de Kiev.

A cidade disparou um alarme de ataque aéreo depois de ter sido atingida por mísseis no começo da sexta-feira (25), segundo a TV ucraniana. O órgão local equivalente à prefeitura pediu para que as pessoas procurem os abrigos mais próximos.

Segundo informações de um assessor de Volodymyr Zelenksy, presidente da Ucrânia, forças militares do país derrubaram dois mísseis e um avião nos céus de Kiev.

Em uma rede social, o Ministério da Defesa da Ucrânia disse ainda que os moradores devem “preparar coquetéis molotov” para deter os invasores.

O vice-ministro do Interior ucraniano, Anton Herashchenko, disse que o país espera um ataque de tanques russos na capital ainda nesta sexta (25).

A Rússia, entretanto, negou que tenha feito ataques com mísseis em Kiev, segundo agências de notícias russas que citaram fontes do Ministério da Defesa.

Na madrugada desta quinta-feira (25), o presidente da Rússia, Vladimir Putin, ordenou a invasão da Ucrânia. Os ataques foram concentrados, inicialmente, no leste do país, onde estão as regiões separatistas que ele reconheceu como independentes. É o maior ataque de um país europeu contra outro do mesmo continente desde a Segunda Guerra Mundial. Putin justificou a ação militar como proteção aos separatistas no leste e ameaçou quem tentar interferir. A ONU pediu que ele recue e o presidente americano, Joe Biden, disse que guerra será catastrófica.

Obolon

O Ministério da Defesa da Ucrânia afirmou que as forças russas entraram no distrito de Obolon, a alguns quilômetros do centro de Kiev.

O ministério também recomendou que os moradores se protejam em locais fechados. As autoridades municipais disseram que os moradores devem evitar operações militares ativas em Obolon.

Plano de ataque

A chefia de gabinete das Forças Armadas da Ucrânia afirmou que os russos estão usando um campo de pouso na Belarus para reunir tropas e atacar Kiev. O plano original seria usar o aeroporto de Hostomel, perto da capital ucraniana. Este ponto, entretanto, ficou muito danificado durante a batalha, segundo o militar.

“Para intimidar a população da Ucrânia, o inimigo está escolhendo destruir a infraestrutura civil e de habitação”, afirmou a chefia de gabinete em um texto em uma rede social.

De acordo com ele, as tropas russas avançam em direção a Kiev vindos de diversos pontos, e que as forças ucranianas lutam na periferia da cidade de Mariupol, no sul do país, e de Kharkiv, no extremo leste.

Novos ataques

Durante as primeiras horas da manhã desta sexta-feira (25), no horário local, explosões tomaram conta de Kiev. Pelo menos um avião russo, que pode ser ou não tripulado, foi abatido pelo sistema de defesa antiaérea (veja vídeo no início deste texto).

Segundo Anton Gerashchenko, um assessor do Ministro do Interior da Ucrânia, a aeronave caiu na região de Darnitskyi, no sudeste de Kiev. O oficial também publicou imagens do que seria um edifício residencial de 9 andares em chamas após bombardeios russos.

0 %