Notícias

Vídeo mostra criminoso que tropeça, perde chinelo, é mordido por cão e desiste de assalto

assaltante

A câmera de segurança de um estabelecimento comercial registrou uma tentativa de assalto que terminou de forma inusitada no Bairro Mondubim, em Fortaleza.



Ao tentar abordar as vítimas, o criminoso tropeçou, perdeu o chinelo, foi mordido por um cachorro e desistiu do crime.

As imagens mostram o momento em que as duas jovens conversavam sentadas em uma calçada na Avenida Prefeito Evandro Ayres de Moura, na companhia de um cachorro e um gato, quando dois homens chegam em uma motocicleta. O passageiro pula da moto para tentar assaltar as mulheres.

Ao descer da moto, a tira do chinelo do suspeito quebrou, fazendo com que ele perdesse o equilíbrio. Ele tropeçou na calçada e o chinelo dele saiu do pé. O homem seguiu na direção as vítimas, e tentou pegar o celular de uma das jovens. Um dos cachorros mordeu a canela dele.


Nesse momento, uma das vítimas saiu do local correndo e o homem desistiu do assalto, mas antes ele pegou o calçado perdido, ajeitou a tira e fugiu de moto sem levar nada.

Segundo uma comerciante, que não teve o nome revelado, a região é bastante perigosa.

“Até hoje a minha loja foi a única da Avenida que não foi assaltada. Todo dia peço proteção a Deus, porque tudo que foi de mercadinho e depósito eles já assaltaram”, disse.


A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que a Polícia Civil do Ceará (PC-CE) apura, por intermédio do 8º Distrito Policial, a tentativa de roubo.

A SSPDS informou que o policiamento ostensivo na região é realizado com equipes do 21º Batalhão da Polícia Militar do Ceará (PMCE), com apoio de viatura, motocicletas e policiais militares do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio).

O órgão reforçou a necessidade do registro do Boletim de Ocorrência (BO) em qualquer unidade da PC-CE, ou por meio da Delegacia Eletrônica (Deletron), em qualquer horário e município.


Caso Henry: babá muda depoimento e diz que nunca viu o menino ser agredido

Artigo Anterior

Menino com Down que é fenômeno na web faz 5 anos e mãe destaca superações: ‘Meu super-herói favorito’

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.