Notícias

Viúva lamenta morte de engenheiro esmagado ao fazer manutenção de elevador, em SC: “Meu amado Gui”

guilherme patricio

Parentes e amigos do engenheiro eletricista Guilherme de Andrade Patrício, de 34 anos, usam as redes sociais para lamentar sua morte trágica, ocorrida na noite desta segunda-feira num estacionamento rotativo em Balneário Camboriú, no Vale do Itajaí (SC).

Ele fazia a manutenção de um elevador no local, caiu no poço, de uma altura de oito metros, e teve a cabeça prensada na plataforma, o que causou lesões graves.

“É com pesar que comunico o falecimento do meu amado Gui. Maravilhoso filho, esposo e pai”, escreveu a viúva do engenheiro, Camila Patrício, numa rede social. O casal tem uma filha de 2 anos.

Uma amiga também prestou uma homenagem a ele: “Obrigada pelo amigo que sempre foi, pelos momentos especiais, e principalmente por fazer minha amiga/irmã sempre tão feliz. Teu incrível coração repleto de doçura e calma será sempre lembrado por nós. Tu aí de cima e nós daqui olharemos e cuidaremos sempre dos teus amores”.

Guilherme foi cremado no Crematório Millenium, em Criciúma, na manhã desta quarta-feira. A Polícia Técnica fez uma perícia no elevador onde ele morreu. O GLOBO entrou em contato com a empresa Robox Estacionamento por meio de um número de WhatsApp que consta no site da empresa. A mensagem foi visualizada e não respondida.

0 %