ColunistasFelicidade

Viva todos os dias intensamente, respeite os seus sentimentos, escute o seu coração, seja feliz agora!

Viva todos os dias

Aceite que nada é para sempre, mas que também pode durar uma vida inteira. Se for assim, que seja com as pessoas que nos fazem felizes e nos fazem pessoas melhores!



Porque a gente quer ser feliz agora algumas coisas precisam ser observadas.  A primeira delas é o nosso corpo. Precisamos cuidar do corpo. É ele que carrega a nossa alma. É ele quem testemunha tudo o que pensamos e fazemos. Saúde é fundamental, portanto encontre o ponto de equilíbrio entre o que você gosta e o que lhe  faz mal. Com o tempo você descobre que pode gostar do que lhe faz bem e isso não o torna uma pessoa menos feliz. Quando a gente se gosta, consegue ver beleza em tudo e deixamos de nos sabotar.

Eu podia ficar aqui falando sobre a vida. Mas eu vou dizer que a vida é muito, é muito para deixar que se passe à nossa frente de mãos dadas com o tempo e não aproveitemos cada instante, cada momento à nossa disposição.

Tenho dificuldade para dormir mais do que algumas horas por noite. O sono não me faz falta tanto assim como deveria ser. Eu penso que isso tem a ver com essa vontade que tenho de viver essa expectativa do que tenho à minha disposição todos os dias.


O sol apareceu no horizonte e lá estou eu! A vida é muito para deixar passar. Nada pode estar na categoria do tanto faz. Vamos romper com o tanto faz e com o pode ser, com o sei lá e o talvez. 

Tudo depende do que decidirmos ao longo do nosso tempo por aqui. Decida bem. E isso significa fazer escolhas bem acordado. Sorriso no rosto e o coração batendo forte. Chega de dar folga para coração! Chega de viver aquela vidinha meia-boca que nos acostumamos porque é isso o que esperam que façamos.

Vivo hoje no meio de bilhões de pessoas que vivem aquela vidinha mais ou menos porque acham que é o certo. Que o mundo ao seu redor espera essa atitude. Espera? Realmente você acredita nisso? Quem vive a sua vida, afinal? Você ou os outros?

Houve um tempo que eu tinha medo dos outros. Não tenho mais. Os outros não me fazem sorrir, não me darão mais tempo de vida do que aquele que tenho para refazer aquilo que não deu certo ou reverter escolhas que fiz lá atrás, preocupada com o que iam pensar os outros.


Vamos lá, experimente ser dono ou dona do seu próprio nariz e desafie sua realidade a ser diferente, porque está cansado de se preocupar com os outros ou de sentir medo do que pode vir a acontecer.

Sabe o que de pior pode acontecer? As coisas que o incomodam continuarem a ser exatamente da mesma maneira que estão hoje. A vida é muito para ser insignificante. Não caia no erro de se sabotar, de deixar passar, de deixar que outro se apaixone pela mulher que você ama.  Não deixe passar a oportunidade daquela viagem que você sempre sonhou em fazer. Guarde dinheiro, mas não guarde tudo. Gaste com você e com as pessoas que lhe  fazem bem. Arrume o seu quarto ou a sua casa e cuide de suas coisas. Mas não fique só nisso. Chame os amigos e aquela pessoa especial para bagunçar um pouco as coisas, de vez em quando.

Não acredite quando disserem que está sendo impulsivo. Às vezes, até podemos ser, mas na maior parte do tempo, se mantemos o exercício de refletir sobre nós mesmos e todos os dias ouvimos e refletimos sobre o que pensamos e o que fazemos, tenha certeza de que não estará sendo impulsivo. Na verdade estará se dando o direito de viver intensamente.

Viva todos os dias intensamente. Respeite os seus sentimentos. Respeite e escute o seu coração, a sua voz interior, a sua intuição. Não importa o nome que dermos. Mas o importante é que escute.


E aprenda a escutar as coisas que as pessoas lhe dizem. Aprenda a filtrar o que não lhe serve mais e dê valor às novas oportunidades e às novas pessoas que vai conhecer ou que já conhece, mas têm o tal medo de se envolver e de se permitir. Aceite que nada é para sempre, mas que também pode durar uma vida inteira. Se for assim, que seja com as pessoas que nos fazem felizes e nos fazem pessoas melhores!

Quando comecei a escrever sobre esse tema, eu me dei conta que a gente tem a tendência de dizer não para muitas coisas que podem nos fazer felizes. Eu me permito. Eu me permito dizer não para aquilo que não me faz bem. Eu me permito tomar um café, mesmo quando estou cheia de tarefas a cumprir. Eu me permito falar eu te amo sem medo do que podem pensar. Porque quando a gente ama a gente tem que falar. Quando a gente não gosta também. E volto na ideia de que o tempo não espera a gente se decidir e nem a vida tem o botão de pausar para esperar uma resposta nossa.

Portanto, porque a gente quer ser feliz agora, deve mandar aquela mensagem para quem a gente gosta.

Vista a sua melhor roupa e coloque aquele perfume caro que você guarda para os momentos especiais e vá se encontrar com a vida! Não a deixe ir embora enquanto isso o fizer feliz!



Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: vadymvdrobot / 123RF Imagens


O universo gosta de movimento, de ação e de gratidão. Movimente-se e veja sua vida mudar!

Artigo Anterior

Devemos seguir confiantes de que o que nos é tirado já não nos serve mais

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.