ColunistasReflexão

Viver é a arte de tentar de novo…

VIVER É A ARTE DE TENTAR DE NOVO capa e dentro

Eis-me, enfim, confortavelmente sentado. Apenas alguns familiares e amigos foram até à plataforma da estação de comboios com o intuito de se despedirem mim. Ao primeiro movimento da carruagem alguns acenavam já com firme convicção, outros apenas ali estavam,…



Entre tudo isto embaraça-me a imagem do meu filho mais novo. Distante, distraído no bulício naquele fim de tarde. De que se recordará ele desse dia? Baltasar lembrar-se-á do velho pai, que  acena da janela estreita. Eu, por outro lado, recordarei um miúdo imóvel, que se vai tornando cada vez mais breve.

Viver é uma experiência sempre solitária. Porque seria diferente quando a morte chega? Nada é compartilhável na justa medida com aqueles a quem mais amamos. Essa é –  de todas – a maior  injustiça.

Deixei-me dormir. Acordei. Saudei o sol levantando a mão esquerda. Apercebi-me  estar a chegar finalmente à estação de destino.


Reconheço a melodia que paira no ar: …the long and winding road that leads to your door will never disappear. I’ve seen that road before. It always leads me here. Lead me to your door…*

Surpreendo-me ao ver que estou de volta à estação da partida. Alguns ainda lá estão. Amigos, família, outros  duvidosamente conhecidos.

Abandono a carruagem pousando demoradamente o meu olhar no comboio que acaba de partir. À distância alguém acena efusivamente.

Acredito que existem outros mundos, mas que estão todos neste. Perdemo-nos demasiadas vezes na vulgaridade do procurar novas paisagens, esquecendo que também viver só será possível na premissa de novos olhares.


Talvez  a vida tenha uma espécie de plano oculto que nos traz sempre a uma mesma estrada – a única forma de fugir ao engano de existir.

Viver é a arte de tentar de novo… – * Música dos “The Beatles”.


Veja o que a cigana diz sobre a sua alma:

Artigo Anterior

Gratidão é riqueza, preocupação é pobreza! – desafio 28 dias de gratidão

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.