Viver em solidão é fuga de si mesmo. Viver em solitude traz escolhas assertivas!

2min. de leitura

SOLIDÃO X SOLITUDE



Hoje, durante uma sessão de coaching, um cliente me disse: “Carlos, não sei viver sozinho. Não adianta, preciso de uma companhia”. Essa fala nos permitiu abrir uma rica discussão, que eu quero trazer a você: a diferença entre a solidão e a solitude.

Eis uma verdade: Todos nós, por circunstâncias de um momento, precisamos ou precisaremos ficar sozinhos. É natural! Uma hora ou outra as pessoas ao nosso redor irão se ausentar. Isso é bom ou ruim? Depende do significado que você dá!

Você pode se sentir solitário quando está sem uma companhia. Estar solitário te faz sentir dor, pelo medo do isolamento e te aprisiona no campo da angústia. A solidão te leva a uma busca por qualquer coisa que preencha e mate esse medo.


VIVER EM SOLIDAO - FOTO 01

Por outro lado, há a solitude. Estar em solitude te faz sentir prazer por estar sozinho. É um decreto de confiança e amor. É o entendimento de que não somos metades em busca de outra porção, mas sim inteiros – o que nos permite encontrar pessoas mais próximas do nosso momento evolutivo, e não apenas válvulas de escape para o medo de estar só.

Viver em solidão é uma fuga de si mesmo. Viver em solitude traz escolhas assertivas. E você, tem optado por qual?


Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.