publicidade

Vizinhança enche casas de papais noéis negros depois de família receber carta racista!

Uma mobilização coletiva surgiu para apoiar família negra após ato racista. O resultado são decorações lindas e que celebram a diversidade!



O clima de Natal é um dos mais felizes e positivos do ano. O período de dezembro é aquele em que nos libertamos de todas as preocupações, sentimentos negativos e permitimos que a solidariedade, empatia e companheirismo tomem conta de nosso ser, deixando apenas as coisas boas em nosso interior.

Decoramos nossas casas, passamos mais tempo perto da família e amigos e refletimos sobre todas as lições de amor ao próximo e respeito que essa data tem para nos ensinar. No entanto, nem todas as pessoas parecem saber do que a data realmente trata.

Uma família de Lakewood, nos Estados Unidos, passou por uma situação muito desagradável, bem no início das preparações para esta época de Natal. Os Kennedy fizeram sua decoração de Natal com um Papai Noel negro, que representa sua raça.

Sua intenção era deixar a casa pronta para o Natal da melhor maneira possível. No entanto, a família recebeu uma resposta nada agradável de uma das pessoas que vivem na região. No dia 23 de novembro, quando Chris Kennedy, líder da família, verificou sua caixa de correio, encontrou uma carta anônima, com declarações racistas, supostamente assinada pelo “Papai Noel”.

A carta tinha dizeres muito pesados e convidava a família a retirar o bom velhinho de 2,1 metros de seu gramado:


Direitos autorais: reprodução G1.

“Por favor, remova sua decoração de Papai Noel negro do quintal. Você deve tentar não enganar as crianças, fazendo-as acreditar que eu sou negro. Eu sou um caucasiano (homem branco, para você) e tenho sido nos últimos 600 anos. O fato de você estar com inveja da minha raça não é desculpa para sua desonestidade. Além disso, você está se tornando motivo de chacota no bairro. Obviamente, seus valores não são mesmos dessa área de Lakewood e talvez você devesse se mudar para um bairro no leste, com o resto de sua espécie racista. Sinceramente, Papai Noel.”

A carta incluía também a imagem de um Papai Noel branco, com dois polegares apontando para baixo. Kennedy ficou horrorizado com o tom da mensagem e iniciou uma transmissão ao vivo em seu perfil no Facebook, para falar sobre o ocorrido.


Segundo o Washington Post, ele disse, durante a transmissão, que isso é muito desanimador, porque estão numa época de férias e de pandemia. Ele ainda explicou que há três anos usa a mesma decoração, e ela nunca havia causado nenhum problema.

A esposa de Kennedy, Iddy Kennedy, também contou que a carta a magoou e que se questionou se haviam escolhido o lugar certo para criar sua filha.

Direitos autorais: reprodução Facebook Iddy Kennedy.

Kennedy preencheu um relatório de assédio no departamento de polícia local, e nos dias que se sucederam ao acontecimento, ficou surpreso ao perceber o grande apoio que recebeu de sua vizinhança.

Diversas famílias também incluíram papais noéis negros em sua decoração, como forma de demonstrar solidariedade ao que a família havia passado. Segundo o portal de notícias, tantos encomendaram esses papais noéis, que muitos varejistas aparentemente ficaram com pouco estoque.

Direitos autorais: reprodução G1.

Um homem de Nova York também enviou outro papai noel negro para eles, e agora têm dois em seu gramado.

Além disso, pessoas também pediram para enviar doações, que foram direcionadas por Kennedy para a fundação Ronald McDonald do Arkansas.

Direitos autorais: reprodução G1.

A família se sentiu acolhida pelo grande gesto de apoio e respeito. Kennedy disse ao Washington Post que o mal foi revertido para o bem e que a comunidade está mostrando que são melhores juntos.

Que gesto emocionante! Esses vizinhos deram um incrível exemplo de humanidade e respeito.

Compartilhe essa história com os amigos através das redes sociais!

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.