Você acha que dinheiro traz felicidade?

A pergunta é famosa e a maioria das pessoas já ponderou (ao menos uma vez da vida): dinheiro traz felicidade?

Existe alguma associação entre esses dois pontos? Como você deve imaginar, esse é um dos questionamentos mais famosos do mundo — e que não saem nunca de moda.

Pode ser que você caia para trás com o que vamos revelar neste post: existe, sim, uma relação entre felicidade e dinheiro, mas um pouco diferente do que grande parte das pessoas imagina.

Para saber mais detalhes, não deixe de ler até o final. Vamos lá?

O que os pesquisadores dizem

Essa relação é tão famosa e profunda que acabou virando pauta de muitos estudos nas mais diversas áreas de atuação. Isso significa que economistas, sociólogos e psicólogos se uniram para investigar como ela acontece — mas não chegaram a conclusões determinantes.

Parte disso ocorre porque o conceito de felicidade é discutível e pode variar muito de pessoa para pessoa. O que é felicidade para sua mãe pode não ser para você, por exemplo. Ainda assim, o Escritório Nacional de Estatísticas Britânico (algo como o IBGE brasileiro) se juntou para discutir sobre o bem-estar e a felicidade.

A pesquisa concluiu que o nível de bem-estar e satisfação pessoal é maior quando aumenta a riqueza da família. Esse ponto é tão forte que se reflete na autoestima e na felicidade também, fatores que são influenciados pelo crescimento financeiro.

E tem mais: o que realmente importa é que o nível de riqueza acumulada aumente — e não o de renda. Isso significa que você pode até passar a ganhar mais, mas, se gastar tudo o que recebe, talvez não perceba esses efeitos (pois não está enriquecendo).


A famosa relação entre dinheiro e felicidade

A mesma pesquisa realizada questionou também sobre o bem-estar e a felicidade dos entrevistados. De uma forma geral, ficou mais fácil perceber que as pessoas que estão bastante felizes apresentam níveis de riqueza e renda mais altos também.

Embora não seja possível saber a causa, muitos associam e pensam que o dinheiro traz a felicidade. Entretanto, você já parou para pensar que a lógica pode ser inversa?

Algumas pessoas têm ponderado: será que não seria a felicidade a responsável por trazer dinheiro?

Tudo isso é resultado da “Lei da Atração”, ou seja, você tem mais chances de atrair as coisas boas (como a prosperidade e a própria abundância financeira) se estiver com a energia positiva.

Quem está se sentindo feliz e pleno, por exemplo, tem maior probabilidade de fazer com que as outras áreas da vida sejam positivamente impactadas.


Como alcançar a verdadeira felicidade

Para ser verdadeiramente feliz, é muito importante dar uma ressignificação à vida e aprender com as mais diversas situações. Veja alguns caminhos que você pode seguir:

Saiba valorizar as pequenas coisas

Muitas vezes, precisamos perder as coisas mais simples da vida para perceber como elas são importantes. Basta ficar doente para perceber como é bom estar saudável ou, ainda, ficar sem dormir para reconhecer a importância de uma boa noite de sono.

A felicidade está, sem sombra de dúvidas, nas situações mais simples da vida, como almoçar com a família e estar com quem a gente gosta. Reconheça esses pontos e veja que eles não têm nada a ver com dinheiro.

Depois de entender isso, não deixe de investir algum tempo nessas pequenas coisas. Você vai perceber como o seu nível de felicidade vai subir consideravelmente!


Use o dinheiro para ganhar tempo

A falta de tempo é uma das maiores queixas atuais. Uma pessoa rica, por exemplo, pode não ser tão feliz quanto uma sem dinheiro, desde que ela saiba aproveitar muito bem o tempo que tem.

Para ser verdadeiramente feliz, é bom saber como aproveitar o tempo e agradecer pelos momentos com a pessoa que você mais ama, pois essa é uma troca de muito valor. Ter tempo de qualidade é o sonho de muitos, mas, às vezes, ficamos correndo tanto atrás do dinheiro que não conseguimos parar e aproveitar.


Aproveite e “compre” experiências

Juntar dinheiro para acumular bens materiais tem se mostrado uma das formas mais ineficientes de ser feliz. Se você não acredita, pense no dia em que comprou um carro ou um celular novo. É bem provável que essa lembrança não esteja entre os dias mais felizes da sua vida, não é mesmo?

Por outro lado, as experiências são imensuráveis e podem gerar reflexos bem mais positivos do que a compra de coisas. Uma viagem dos sonhos, por exemplo, costuma trazer sensações muito mais nobres, incluindo detalhes do momento em que saiu do aeroporto. Ou seja: a situação é muito marcante e traz frutos mais felizes!


Realize sonhos — seus e dos outros

Já percebeu que fazer alguém feliz é outra maneira interessante de se sentir mais pleno e realizado? Prova disso é que várias doutrinas (religiosas ou não) ensinam que é preciso ajudar quem precisa e realizar sonhos de outras pessoas.

Além disso, compartilhar é uma vertente de sucesso. Quando ficamos apenas acumulando, acabamos deixando de viver e experimentar muitas coisas. É claro que não estamos falando de ir para o outro extremo de sair gastando tudo: seja consciente e compartilhe uma parte do que tem. Você vai se sentir muito bem com isso.


Ensine as pessoas que você ama

Mais importante do que deixar uma boa quantia em dinheiro para quem você ama é ensinar a usá-lo de forma consciente e planejada. Se você não acredita, pense nos diversos casos de pessoas que gastam toda uma herança de uma hora para outra.

O dinheiro pode ajudar muito, seja um filho, um sobrinho ou quem mais você considerar especial. Ainda assim, mais importante do que essa tranquilidade é fazer com que ele cuide bem desse patrimônio e não esteja preso nele.

Falamos isso justamente porque a felicidade está mais nas pequenas coisas e na experiência do que na possibilidade de ter herdado milhares ou milhões de reais.

Agora que você entende melhor se o dinheiro traz felicidade, comece a viver de forma mais simples e com foco no que realmente é importante. O dinheiro pode, sim, ser um facilitador de vida, mas não deve ser o que motiva a viver.

Para completar: quando se sentir verdadeiramente feliz, você vai acabar atraindo outras coisas boas (inclusive dinheiro).

Quer continuar acompanhando nosso conteúdo? Não deixe de curtir nossa página no Facebook e ficar por dentro de todas as novidades. Nos encontramos por lá! 



Deixe seu comentário