ColunistasComportamentoReflexão

Você costuma fazer comentários negativos nas redes sociais?

você costuma fazer

Em tempos de crise generalizada por que passa o Brasil as redes sociais são um prato cheio para as críticas de todos os lados. As mensagens produzidas pelos insatisfeitos buscam convencer, denegrir, criticar, atrair seguidores. Em meio a amizades desfeitas, debates acalorados se perpetuam sem que se chegue a nenhuma conclusão. O que importa é manter o clima de cizânia social.



Basta um post, uma notícia, um comentário para choverem opiniões contrárias recheadas de ódio e acidez. Não há debate de idéias, respeito à opinião alheia, apenas julgamentos prematuros e destrutivos entre pessoas que muitas vezes não se conhecem, nunca se viram, mas parece que se odeiam desde sempre.

você costuma fazer

Quanto mais nocivo for o comentário ou o vídeo postado, mais repercussão parece ter. Então eu faço a pergunta: como anda seu comportamento nas redes sociais? Você sente raiva quando lê algum comentário com o qual não concorda e imediatamente o responde de forma agressiva ou irônica? Compartilha mensagens que incitam o ódio e a vingança contra determinados grupos dos quais você discorda? Você se considera bem informado ao acompanhar o que é postado nas redes sociais ou busca outras fontes de informação para formar seu convencimento sobre um assunto? Você teria coragem de dizer pessoalmente o que escreve num comentário em uma rede social?


São questões aparentemente sem importância, mas é necessário saber que ao compartilhar debates agressivos nas redes sociais estamos contribuindo para atrair negatividade para nossa vida. A comunicação via internet nos permite contato imediato e irrestrito com todo o planeta. Nunca foi tão fácil ter acesso às informações,repassá-las e comentá-las. O que escrevemos é lido por quem nem imaginamos e nossa opinião torna-se pública e compartilhada mundo afora. Não existe como controlar uma mensagem postada. E ela passará pelo crivo severo de pessoas que podem ser perturbadas, rancorosas, preconceituosas e com todo tipo de emoção que sintonize com o aspecto destrutivo da mensagem.

Ao perpetuarmos pensamentos que carregam uma carga danosa e muitas vezes maléfica, estamos não só emitindo estes sentimentos, mas interagindo com eles, assimilando-os em nossa mente e em nossas ações, num círculo de emissão e recepção que alimenta as emoções destrutivas, acirra os ânimos, impacienta os corações e produz atitudes violentas e intolerantes.

Por outro lado, quando tomamos contato com mensagens positivas de amor, paciência e compreensão sentimos pacificar nossa mente, acalmar nossos ânimos e agimos com mais confiança no futuro e nas pessoas à nossa volta. Sintonizar com a energia de emoções edificantes e construtivas nos faz ver a crise como uma turbulência passageira, um momento de quebra de paradigmas, de ruptura do velho e inservível para a construção de algo novo e melhor, de transição, de transformação.

Adotar uma visão que transcende o aspecto pessimista e derrotista do fato negativo permite nos conectarmos com a energia da criação, da idealização, da composição, fazendo com que tenhamos êxito em meio à crise, com que atravessemos este período conturbado com criatividade, união, paciência e lucidez.


Então, convido você a repensar suas emoções, pensamentos e atitudes em suas interações nas redes sociais, contribuindo para que elas sejam palco para o entendimento e a transformação positiva não só da sua vida, mas de toda a nossa sociedade.

“vamos ver um filme em casa?”

Artigo Anterior

O que faz um casamento feliz não é a sorte. é o amor dos noivos!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.