AmorReflexãoRelacionamentos

Você está apaixonado ou emocionalmente dependente?

120

Quantas vezes você pensou que estava realmente apaixonado, mas perdeu esses sentimentos depois de alguns meses? Você acreditou que estava apaixonado, mas descobriu que na verdade estava apenas carente?



Emocionalmente dependente

  • Você já descobriu com relacionamentos passados ​​que tem uma tendência a idealizar pessoas?

  • Você projeta sobre elas como quer que sejam, ao invés de como elas são?
  • O seu foco principal está em como seu parceiro te trata, ao invés como ele realmente é?
  • Você se impressiona pela forma como essa pessoa te faz sentir-se especial?
  • Você torna o seu parceiro responsável pela sua felicidade, valor e segurança?

  • Você se sente ansioso ou em pânico quando não está com seu parceiro, ou quando ele não liga na hora combinada?
  • Você tem uma lista de expectativas que seu parceiro tem de cumprir para que você se sinta amado e seguro?
  • Você sente que não pode viver sem essa pessoa?
  • Você se aterroriza em perder essa pessoa?

  • Você se sente vazio e sozinho a menos que seu parceiro esteja com você, dando-lhe a atenção e aprovação que você não está dando a si mesmo?
  • Você se sente ciumento e possessivo sobre seu parceiro?
  • Você tenta controlar seu parceiro para que ele faça o que você deseja?

“Amor” que vem do medo não é amor – é carência. A dependência emocional vem do vazio interior que é criado quando você abandona a si mesmo – e você espera que seu parceiro preencha o seu vazio e te faça sentir-se amado e seguro.

Depois de fazer seu parceiro responsável por sua felicidade, segurança e valor, você então precisa tentar ter o controle sobre fazer seu parceiro te amar da maneira que deseja ser amado.


Apaixonado


Não há nada controlador no amor.

Amor é dar e compartilhar – não obter. O amor não é necessitado. Quando você ama alguém, você valoriza profundamente suas qualidades essenciais – as qualidades que não desaparecem com o tempo. Não as qualidades superficiais como aparência, dinheiro e poder, mas as mais profundas e duradouras qualidades, que nascem no coração e na alma.

O desafio do amor real é que você não pode desejar obter amor e ser amoroso ao mesmo tempo. Seu foco em obter amor vai sempre te levar a um coração fechado e comportamento controlador, o que impede a entrada do amor. Manter o foco em ser amoroso, em aprender o que é amar a si mesmo e seu parceiro é o que abre o coração. Quando você optar por ser amoroso consigo mesmo e com os outros, vai experimentar o verdadeiro amor.

Se você não amar a si mesmo – a sua própria essência – então você não poderá ver ou amar a essência do outro. Quando você não vê e valoriza a si mesmo, você se torna emocionalmente dependente de seu desejo de receber amor.


Quando você se dá a atenção e aprovação que precisa, é muito mais fácil discernir quando alguém está tentando se aproveitar de você, ou quando realmente conhece sua essência.

A chave para se apaixonar e se manter apaixonado é aprender a amar a si mesmo em primeiro lugar!

 

___


Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: Mind Body Green

Tranquilidade, harmonia e paz de espirito

Artigo Anterior

Estudo de harvard revela o ‘segredo da felicidade’

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.