3min. de leitura

Você está fazendo papel de trouxa! Desculpe a franqueza

Entenda uma coisa: o seu excesso de disponibilidade para essa pessoa só lhe oferece migalhas. Você está fazendo papel de trouxa! Desculpe a franqueza!


Vamos bater um papo? Eu não sei exatamente onde você internalizou essa crença, mas estou aqui para desconstruí-la. Entenda uma coisa: o seu excesso de disponibilidade para essa pessoa só lhe oferece migalhas, não vai surtir efeito algum.

Talvez você está nutrindo a crença de que se você fizer muito por essa pessoa, ela vai valorizá-lo(a), mas não é assim que a coisa funciona, sinto muito em desapontá-lo(a).

Enquanto você se desdobra para ser visto; enquanto você pensa em mil possibilidades de atrair a reciprocidade dessa pessoa, ela está lá, num pedestal, possivelmente, até se divertindo com a sua solicitude desmedida.


Essa pessoa, talvez, fale de você para os amigos e colegas, referindo-se a você como o(a) moço(a) bonzinho/boazinha, que se desdobra para agradá-lo(a). Ele(a) deve mostrar as suas mensagens, seus presentes e suas propostas a todos, para massagear o próprio ego.

De onde eu tirei isso? Eu trabalho com muitas pessoas, e todos os dias alguém vem me falar de alguém “bonzinho” insistente.

Eu sempre ouço: “Ele(a) é tudo de bom, mas não mexe comigo, não tenho química…” e completa: “mas eu gosto de saber que alguém me quer tanto assim.” Essas pessoas, de vez em quando, oferecem uma migalhazinha de volta, apenas para manter acesa a chama do interesse do moço ou moça.


A regra é clara: se a pessoa te quer, ela vai demonstrar, não precisa de malabarismo para atrair reciprocidade. Tudo bem, você demonstrar interesse e se apresentar, caso se trate de alguém desconhecido. Contudo, se você já se aproximou, já deixou claro o seu interesse, e o outro está lá fazendo hora com a sua cara, está na hora de você acionar o botão da sua dignidade.

Ah, escuto com frequência também a seguinte fala: “Fulano(a) está a fim de mim, mas meu coração bate mesmo é por fulano de tal, que mesmo não valendo nada, abala a minha estrutura.”

Preciso falar mais alguma coisa? Tenha mais respeito e zelo por sua reputação, pare de fazer papel de capacho para quem não merece a sua dedicação.

 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.