publicidade

Você já se sentiu impotente diante de alguma situação?

Você já se sentiu impotente diante de alguma situação?

Sim, a resposta é afirmativa e não poderia ser diferente. Não nascemos conhecedores e sabedores de tudo e temos que nos dar chance de errar e aprender durante todo o nosso tempo aqui chamado vida.



Muitas situações que passamos aparecem embrulhadas em um belo papel de presente translúcido e delicado… Basta puxar a fita e ela surge reluzente e muito encantadora. Em outros momentos vêm em papel pardo sem transparência e totalmente amarradas com nós atados e de difícil abertura. Estas nos exigem PACIÊNCIA, SABEDORIA e MUITO AMOR! Sempre temos esta trilogia? Não, diria que a grande maioria, falta um deles ou quase todos. Hora de parar respirar, tentar se elevar nas alturas e olhar de cima para enxergar com verdade onde podemos de fato “mexer” os pauzinhos para que o tabuleiro fique positivo.

Somos feitos de sentimentos, somos feitos de percepções! Somos uma mistura nem sempre equilibrada de razão e emoção. Por isso nos tornamos únicos e ímpares por onde estamos e passamos.

Em alguns lugares SOMOS DE FATO, em outros apenas ESTAMOS.


E a impotência sobre tudo que nos cerca? Ela vem recheada de muitos mistérios e sem um passo a passo a ser seguido. Posso não saber tudo. Sim eu posso!

Posso me dar ao luxo de ficar para sempre nesta ignorância de absorver o novo e zerar esta impotência?

Até posso, mas quem sai perdendo nisso tudo, já sabemos quem é!

Vendo por outro lado, ela pode ser menor do que a “sofrência” por antecedência como bem retratou minha amiga Cintia em um de seus textos Você sofre por antecipação?


Podemos ser impotentes diante de pessoas que muito amamos, principalmente pelo medo de errar e perdê-las… Pelo medo de ter medo… Pelo medo de achar que estamos longe de seus corações e seus anseios e conquistas. Podemos ter receio de não “dar conta”. Podemos ser impotentes pelo simples fato de sonhar acordado e não perceber que se o sonho existe a realidade é possível sempre. Talvez não hoje, mas amanhã, com certeza!

Sorria e viva esta impotência na sua totalidade até que ela se torne uma brisa que se vai! Deixa que ela flua e siga seu rumo… Você tem que vivê-la.

Não adie seu crescimento. Faça da impotência o seu novo aprendizado, até a próxima chegar. E ela vai vir! Ela pode deixar você frágil, sensível, angustiada e até sufocada. Todos nós sabemos disso. A diferença é como você pode recebê-la. Como alguém assustado que não pode vencê-la ou como uma incentivadora.

Sabe o que falta para espantá-la em cada uma das situações? Uma bela noite de sono ou quem sabe um dia após o outro. A intensidade dela vai diminuir e você vai poder enxergá-la com outros olhos.

Por Pathy Bertão… Impotente no momento diante de algo que tenho certeza que amanhã estará com outro horizonte!

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.