Comportamento

“Você não pode entrar aqui.” Jovem conta que foi expulsa de restaurante por usar top

A jovem usou as redes sociais para relatar o episódio. Ela estava acompanhada de uma amiga. Confira!



Em ambientes casuais, como restaurantes, é comum as pessoas usarem roupas “despojadas”, menos formais, com as quais se sintam confortáveis. No entanto, nem sempre o vestuário é  aceito em todos os lugares, o que pode gerar polêmica e indignação para quem se sente lesado de alguma maneira.

Esse é o caso de Mollie Wood, de 20 anos, que passou por uma experiência complicada num restaurante. A jovem estava acompanhada da amiga Amy Lee, da mesma idade.

Mollie publicou um vídeo em seu perfil no TikTok para contar que os funcionários do local se recusaram a servi-las porque estavam usando trajes “impróprios”. A jovem estava usando um top preto, porque era um dia de muito calor, e ouviu do gerente que não podia entrar no local porque estava vestida de forma “muito inadequada”.


Direitos autorais: reprodução TikTok/@mollie_wood.

Quando ela perguntou o que havia de inapropriado em sua roupa, o homem respondeu que era similar a um homem querer entrar sem camisa no local, o que eles também barravam.

Mollie explicou que esteve em outros quatro bares naquele dia, vestida com a mesma roupa, e não tiveram sua entrada impedida. Já fora do local, ela consultou o código de vestimenta do restaurante, mas não encontrou nada sobre a proibição de tops.

Então, voltou ao local para reclamar com o gerente, mas conta que ele a recebeu com grosseria. Tentando ser ouvida e a fim de alertar outras pessoas sobre o ocorrido, ela fez a publicação na rede social, que já foi reproduzida mais de 350 mil vezes.


Molli e a amiga receberam bastante apoio de usuários do TikTok, que acreditam que elas estavam vestidas “de acordo com o clima”, e não havia nada demais com suas roupas.

Eddie Gershon, porta-voz do restaurante, disse que as jovens foram “educadamente convidadas a deixar o bar, pois, por consideração da equipe de gestão do bar, seu vestido não estava, neste caso específico, de acordo com as orientações da empresa aos pubs sobre o traje adequado para o cliente”.

Ele acrescentou que o conceito de uma roupa “adequada” é individual, mas que o restaurante apoia a abordagem usada pela equipe de gestão do local nesse caso particular, acrescentando que não houve ofensa intencional.


Baiano que vendia trufas na rua para sobreviver se forma em Enfermagem e trabalhará na Alemanha!

Artigo Anterior

Homem solteiro adota 6 crianças com necessidades especiais e as cria com carinho e amor!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.