5min. de leitura

Você não precisa de mais experiência precisa é de mais coragem!

Uma amiga minha me disse recentemente que tem o sonho de começar o seu próprio negócio, mas não tem certeza se já está pronta. Ela disse que talvez fosse melhor esperar, que talvez ela precisasse de mais experiência. Ela ficou chocada quando eu lhe disse que o que ela precisava era de uma boa dose de coragem. Ela já estava pronta.



Muitas vezes as pessoas pensam que quanto mais experiência elas tiverem, melhor se sairão em alguma coisa. Eu descobri, a duras penas, que isso só é verdade algumas vezes.

Em todos os ramos de negócio (marketing, por exemplo), é muito fácil encontrar profissionais com 20 anos de experiência ou mais. Mas será que isso realmente importa? E se eles tiverem duas décadas de experiência mas apenas um ano de aprendizagem?
Muitas pessoas passam por suas carreiras – e vidas – fazendo exatamente a mesma coisa, da mesma maneira.

As pessoas que tomam à frente são aquelas que inovam e vislumbram novos caminhos, não as que repetem velhas formas de se fazer as coisas. As pessoas que lideram sabem enxergar e acolher novas ideias. Elas ouvem, se adaptam e estão constantemente aprendendo e se desafiando.


geração-Y-1024x821-300x240

Seja qual for o seu sonho, comece agora. Não espere pelo tão superestimado “momento perfeito.” Não espere adquirir mais experiência antes de dar o próximo passo. Se você esperar até que você se sinta confortável, então poderá ser tarde demais.

Imagine se Mark Zuckerberg dissesse para si mesmo: “Eu não tenho experiência suficiente para construir uma empresa como o Facebook. Eu ainda sou um estudante universitário! É melhor eu esperar alguns anos. Talvez depois do meu mestrado. Talvez depois de trabalhar por um tempo no Google ou na Microsoft para adquirir mais experiência de campo, ver como as coisas funcionam no mundo real. Talvez, então, eu tenha as habilidades necessárias para caminhar com minhas próprias pernas.”


Senor Abravanel, por exemplo, mais conhecido como Silvio Santos, dono de um patrimônio avaliado em mais de 6 bilhões de reais e um dos homens mais influentes da televisão brasileira, começou como camelô, aos 14 anos. Sua trajetória é parecida com a de tantos outros gigantes do empreendedorismo, que construíram negócios na casa dos bilhões a partir do zero. Se você costuma ler suas histórias de vida, vai perceber que a maioria deles tinha muito pouca experiência (ou às vezes nenhuma) quando iniciaram seus empreendimentos. Isso é porque a experiência é apenas uma pequena parte da equação.

Sim, hoje nós admiramos o seu conhecimento e know-how. Mas como eles chegaram lá?

ELES
Eles adquiriram experiência quando tomaram a iniciativa de começar. Erraram? Claro! Desistiram? Jamais! Isso faz simplesmente toda a diferença entre quem você é hoje e quem você pretende se tornar amanhã.
Tudo é possível. Mas você tem que acreditar em si mesmo antes que os outros possam acreditar em você. Você deve estar disposto a entrar de cabeça no jogo, a cometer erros, aprender com eles para depois seguir em frente, mais esperto e mais forte. Mais experiente!
Como Winston Churchill disse certa vez: “Sucesso não é final. Fracasso não é fatal. É a coragem para continuar que conta.”

Você não pode ter sucesso sem que tenha fracassos. Os dois são indissociáveis.
Então, se você tem medo de agir porque pode cometer um erro, pense novamente. Os  bloqueios e retrocessos fornecem as informações mais importantes para que possamos crescer e mudar a direção de nossas ações. É por isso que não devemos ignorar as nossas falhas.Afinal, é através delas que nós ganhamos a tal da experiência.

Quando você se sentir confuso em relação a uma tomada de decisão ou estiver preocupado com um plano que pode não dar certo, respire fundo e lembre-se que a vida é uma jornada, não um destino. Não existe nenhum plano exigido. Coragem todos nós temos. Com o tempo, acabamos descobrindo isso por conta própria, pela voz da experiência! ;)

_____________

Por: Angelica Silva – Via: AssimComoaFenix

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

* Matéria atualizada em 03/12/2015 às 5:47






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.