Você não precisa se acostumar com o que te faz mal!

Todo novo dia é uma nova oportunidade para você ousar, mudar, criar e se renovar! Existem milhões de possibilidades, algumas nunca imaginadas por você então que tal se abrir ao novo?



Quando saímos da inércia e colocamos a vida em movimento, nos expomos a diferentes situações e esse processo traz novas pessoas, novas oportunidades, desenvolve o autoconhecimento, quebra paradigmas, além de possibilitar uma vida muito mais interessante.

Aproveite o hoje para mudar a sua vida! Vá em busca de mais, se reinvente!

VOCE NAO PRECISA SE ACOSTUMAR - FOTO 01


Faça uma lista do que não está satisfeito, do que poderia estar melhor, de tudo aquilo que não te faz bem, que te distancia de ser a pessoa que gostaria.

E o que fazer com a lista? Trabalhar item por item. Afinal, você não precisa se acostumar com aquilo que te faz mal!

A cada item, responda essas perguntas: O que você pode mudar? O que você pode fazer de diferente do que fez até hoje para que surta efeito? Quem pode te ajudar nesse processo? O que a vida está tentando te mostrar com essa situação desafiadora?


E aquilo que perceber que não vai conseguir mudar, não se entristeça, porque simplesmente ainda não é o momento. A vida ainda precisa te expor a essa situação por algum motivo.

VOCE NAO PRECISA SE ACOSTUMAR - FOTO 02

Porém, isso não significa que você precisa se manter sofrendo ou acomodado, ressignifique! Veja como algo temporário e que te traz força e aprendizado, mesmo que no momento não seja possível entender qual. A vida é sabia e mais cedo ou mais tarde, vai te mostrar os benefícios ainda escondidos.

Não se permita bloquear pelo medo. Faça o contrário, use-o como o seu aliado para dar passos bem planejados rumo a realidade que quer criar e viver.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.