publicidade

Você não se resume aos erros que cometeu…

Eu sei que, em algum momento da vida, você se pega pensando nos equívocos que cometeu no decorrer de toda a sua caminhada. Às vezes pode imaginar que os erros ou pecados te consumiram, que perdeu uma parte boa dentro de si e jamais irá recuperar, magoou pessoas que não mereciam, e que talvez nunca te perdoem pelo que fez, ou quem sabe você mesmo não consiga se perdoar.



O fato é que até o momento em que cerrarmos os olhos, e nos despedirmos desse mundo, iremos cometer erros. Nós somos assim. Somos seres humanos, e para que assim nos reconheçamos é preciso que sejamos imperfeitos.

A sabedoria é o resultado das imperfeições somadas à humildade. Aprendemos de diversas maneiras ao longo da vida, mas os grandes aprendizados são adquiridos por meio do erro. Quando falhamos em alguma área, e encaramos como uma oportunidade de aprendizado, nos tornamos sábios, gradativamente, e sem que percebamos vamos acertando as arestas, pelo caminho.

Talvez você tenha errado tanto com alguém, que imagine ter perdido a esperança, e a fé, em si mesmo, e na sua própria capacidade em fazer o bem, mas se levantar os olhos, encarar a situação, com sabedoria, saberá que existem infinitas possibilidades de acertos, se não com essa, mas com outra pessoa.


Não digo que isso deva se tornar uma frequente busca pela perfeição, mas sim que seja uma jornada norteada pela esperança, seja ela em fazer o bem ou em se tornar a melhor pessoa que pode ser.

Acredite que você não se resume nas coisas ruins que fez, em dado momento da vida, todos nós fazemos. Mas compete também a nós reconhecer as falhas, pedir perdão (perdoar-se), e seguir amparados pela perseverança e a humildade.

Gosto muito de uma frase atribuída ao papa Francisco que diz “Deus nunca cansa de nos perdoar, nós é que nos cansamos de pedir perdão”. Não sei se você é cristão, se acredita em Deus, entretanto independentemente da sua espiritualidade, sabe exatamente quando comete algum erro, quando faz algo que não tem orgulho em dizer, ou quando se sente mal, depois de alguma atitude.


Entretanto, não se limite e se restrinja a se enxergar apenas assim. Todos nós somos um conjunto de decisões, algumas erradas, e outras corretas. Algumas ruins, e outras boas. Apenas trilhe o seu caminho buscando o equilíbrio entre ambos os lados. Não exija perfeição de si mesmo, e saiba que você é mais do que pensa, pode ir além do que imagina, e as suas virtudes tem muito mais valor do que as suas falhas.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.