Comportamento

“Você não tem vergonha?” Mulher revela que levou tapa no rosto por amamentar em público

Essa mãe relatou uma situação muito desagradável que viveu quando saiu com seu bebê às ruas!



A amamentação, apesar de ser um dos gestos mais naturais e puros da condição humana, é cercado de tabus. Muitas pessoas defendem que amamentar não deve ser algo feito em público, e muitas vezes vão longe demais para provar suas convicções.

Uma mãe da França compartilhou, há poucos dias, um episódio muito grave que viveu quando precisou amamentar seu filho na rua. Conforme a mulher, identificada apenas como Maÿlis, contou ao site francês Doctissimo, ela levou um tapa no rosto de uma desconhecida que se incomodou com o fato de alimentar o bebê.

A agressão aconteceu enquanto a mulher estava na fila do lado de fora de uma loja, com a criança no colo. Ela tinha ido comprar algo e o bebê acordou antes que pudesse deixar o local, “com muita fome”.


Então Maÿlis, que afirmou vestir roupas adaptadas, que lhe permitem amamentar com muita discrição, começou a alimentar o filho ali mesmo, ainda se escondendo com uma jaqueta.

No entanto, nem isso foi capaz de parar a desconhecida que, assim que a mãe começou a amamentação, começou gritar com ela, perguntando se não tinha vergonha.


 



Ver essa foto no Instagram




 

Uma publicação compartilhada por Doctissimo (@doctissimo)

A mulher também falou que o sinal estava vermelho e os carros e as crianças poderiam vê-la naquela situação, acrescentando que ela é mãe, deveria se certificar de que o filho estivesse amamentado e tê-lo feito em casa, não em público.

Enquanto a insultava, Maÿlis contou que a mulher foi chegando cada vez mais perto, até que, sem que tivesse tempo para entender a situação, levou um tapa no rosto.

Apesar de a atitude da estranha ser completamente desrespeitosa e invasiva, a mãe disse que os presentes na fila apenas abaixaram a cabeça e ignoraram o ocorrido, sem tentar defendê-la. Além disso, uma mulher mais velha, que estava atrás de desconhecida, na fila, parabenizou-a por sua atitude.

Depois do momento constrangedor, Maÿlis disse que apenas colocou o filho no carrinho, pegou seus óculos que haviam caído no chão e foi para casa chorar. Ela afirmou que queria reagir, mas que não tinha muito o que fazer, já que tinha o filho nos braços.

Ao portal de notícias, Claude Didierjean-Jouveau, que faz parte da Leche League France, um grupo que apoia mulheres que amamentam, disse “não há nada na lei que impeça a amamentação em um lugar público”.

O que você acha disso?

Comente abaixo suas impressões acerca da amamentação em público e compartilhe o texto nas redes sociais!

Pai solteiro é criticado por levar filha para o trabalho e se defende: “Não é minha culpa se ela perdeu a mãe”

Artigo Anterior

Feliz, jovem compartilha que está construindo casa para a mãe: “O ponto alto da minha existência”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.