ColunistasComportamento

Você pode desistir de algo ou alguém, mas nunca desista de você…

VOCE PODE DESISTIR

Eis o canto da vida…



Se for para desistir, desista de um sonho que não teve e não tem energia alimento…
Desista de um amor que escolheu outro amor e que não deu espaço para você ficar, ou não deu espaço para você entrar…

Desista de suas fraquezas e tente até o último instante e enquanto houver esperança, insista como uma verdadeira criança…


Desista de chorar, não faça da dor sofrimento, não de espaço para ela continuar…

Desista de acreditar que a vida é um mar de sofrimento, não, a vida é uma escola, que em seus vales e colinas, alimenta continuamente a força do guerreiro que somos, é preciso saber a dor de cair no vale, para saborear a vitória de escalar cada degrau de acesso ao topo da colina!

Desista de reclamar, negativar, lamentar-se, sim há dias menos bons, há dias que a saudade toca no peito e que pior ainda, é ter a certeza de que a saudade faz parte de um sonho com pouco ou nenhuma chance de se transformar em realidade…

VOCE PODE DESISTIR


Há dias que temos vontade de chorar, de desistir, de lamentar-nos, porque nos brindam com o toque do indesejado, mas é justamente neste dia que você tem que buscar seu “Eu Guerreiro” e desistir justamente do que é menos bom, da energia da dor, do negativismo, da desesperança, do lamento, porque enquanto você vibrar positivo, sorrir e acreditar que novos dias virão, nada mais estará a fazer do que trazer para a sua vida novos ventos, de novas possibilidades, de novas forças, capazes de direcionar sua vida para novos horizontes…

Se for para desistir desista das pessoas menos transparentes, das pessoas que ao não conseguirem processar seus conflitos internos não sabem certamente o que querem, inclusive não sabem qual é o seu papel na vida delas, ou lhe trata como se não soubesse…

Se for para desistir desista do que é ilusório, porque a ilusão, nada mais é do que uma falsa verdade, que você mesmo criou, que prontamente a todo e a qualquer momento pode lhe machucar com a dor da decepção, da desilusão, porque a desilusão, como o próprio nome já diz, é um estágio provocado por nós mesmos, quando fizemos de uma ilusão uma falsa verdade sem poder de realização…

Desista do que é morno, já bastam as batalhas da vida, viver algo morno, sem calor, sem força, não pode e não consegue contribuir para aumentar o estado de felicidade que já temos, o que é morno, nem aquece e nem arrefece, é neutro, é sem vida, não faz o coração pulsar, não nos brinda com o toque do novo, das surpresas, do fogo da vontade, do fogo do inimaginável, não nos brinda com o fogo da descoberta…


Se for para desistir, desista do que pouco traz, cultive o que é bom, o que faz a vida virar um brilho só, com o contagio da realização, com o contagio da luta, com o contágio do querer fazer, do querer descobrir, do querer viver…

Se for para desistir desista de tudo o que não for bom, mas nunca desista de você, cultive dia após dia o seu amor próprio, sua energia interna, sua energia alimento, busque continuamente acender a luz da esperança, da crença em suas capacidades, da crença na força que carrega, do “Eu guerreiro” que é sua essência interna, porque quando não desistimos de nós mesmos, sempre encontraremos a força para construir novos sonhos, para abrir o coração para um novo amor, mesmo que saibamos ou sentimos que não é o amor de alma que para trás ficou.

Temos a capacidade de nas ondas do mar da vida enxergar onde estão os remos, para fazer a travessia com força e valentia, a surfar nas ondas da vida como se todos os dias fossem um importante dia de recomeço.

sinaiss


E é, recomeçamos a cada dia em cada passo que damos, portanto, desista de tudo, só nunca desista de você para continuamente recomeçar e não anular a sua grande capacidade de construção, neste grande mar da existência humana…

Como se tornar uma pessoa positiva em meio a ambientes infernais…

Artigo Anterior

Você será amado como se ama. Você será cuidado como se cuida. Tudo é um reflexo!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.