ColunistasReflexão

Você sabe qual é o tamanho real dos seus problemas?

Você também escuta pessoas reclamando o tempo todo?



Negatividade para lá e pra cá, parece que as pessoas estão com muitos problemas, não é verdade?

E você, como você está? Tem algumas coisas que pensa que não estão tão bem assim? Ou que estão mal?

Vou listar aqui algumas das maiores reclamações que escuto dos meus clientes e das pessoas mais próximas:


  1. Não tenho tempo.
  2. Não tenho dinheiro.
  3. Ele(a) não me quer.

  4. Não gosto do meu emprego.
  5. Não sei o que fazer da minha vida.
  6. Não consigo me relacionar bem com essa pessoa.
  7. Não sei o que vai acontecer.

Gostaria de convidar você para uma reflexão simples e transformadora.

Você Sabe Qual é o Tamanho Real dos Seus Problemas?

Se você morresse amanhã, isso seria importante? Essas questões seriam realmente importantes?


Provavelmente você iria ter tempo para si, talvez dinheiro realmente não seria tão importante, o desejo pelo outro iria ser mais curtido ou você iria desencanar e ficar mais tempo com quem realmente importa. Provavelmente você não fosse trabalhar hoje. Talvez saber o que fazer da vida não seja o mais importante afinal. Talvez você queira resolver de uma vez por todas as questões que você tenha pendentes com relação às pessoas que não se relaciona bem e que ama, seja se comunicando diretamente com elas, seja internamente com você mesmo. E ainda assim, você realmente não vai saber exatamente o que vai acontecer.

Não temos respostas para tudo e nunca tivemos, como pessoas e como sociedade. Você pode conviver com essa dúvida, assim como com o que considera negativo. Ou pode escolher viver em um mundo mais a ver com você, com mais amor e liberdade, por exemplo, afinal, essas questões estão na nossa mente. É só também se fazer perguntas mais fáceis e realmente úteis para você, se deixar levar um pouco, curtindo cada momento fazendo coisas que aprecia com quem você gosta.

Parece ilusório? Por que então tem tanta gente que vive assim?

Ps.: Não estou minimizando seus problemas, apenas trazendo uma reflexão para que eles sejam colocados em perspectiva. E afirmo que, talvez, eles não precisem pesar tanto nas suas costas.


Tudo o que você precisa saber dará um jeito de chegar até você!

Artigo Anterior

Você sofre por antecipação?

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.