publicidade

Você sabia que trabalhar 10 horas por dia aumenta o risco de AVC? Descubra o que diz pesquisa!

Se você tem uma rotina de trabalho muito longa, precisa começar a se cuidar para que sua saúde não sofra as consequências!



Muitas pessoas defendem que a melhor maneira de conquistar o sucesso no trabalho é tendo uma rotina longa de obrigações, mas essa pode não ser a melhor opção para a nossa saúde, segundo um estudo publicado em 2019.

Segundo os resultados do estudo, trabalhar 10 horas ou mais por dia, por apenas 50 dias por ano, pode aumentar o risco de derrame em quase um terço (29%). E trabalhar 10 horas ou mais por dia, 50 dias por ano, durante uma década, pode aumentar o risco de derrame em até 45%.

Para chegar a essas conclusões alarmantes, os pesquisadores analisaram dados de horas de trabalho de mais de 143.500 pessoas, na França, desde 2012, dentre as quais 29% trabalhavam mais de 10 horas por dia, por mais de 50 dias no ano, e 10% trabalhavam a mesma quantidade de tempo por 10 anos ou mais.


Ao analisar os dados detalhadamente, foi descoberto que os trabalhadores comuns, com menos de 50 anos, tinham mais risco de AVC do que aqueles que ocupavam cargos de nível mais alto, como CEOs, proprietários e gerentes.

Alexis Descatha, pesquisador do Hospital de Paris, da Universidade de Versalhes e de Angers e do Instituto Nacional de Saúde da França, que conduziu o estudo, disse ao CNBC Make It que os participantes em piores condições de trabalho, com rotinas estressantes e que trabalhavam além da hora, também tinham riscos mais elevados de derrame. Os hábitos de alimentação, sono e exercício também fizeram diferença em seus números.

Os pesquisadores trabalham em cima da teoria de que as longas horas de trabalho aumentam o nível de estresse, o que pode levar ao derrame, e que a falta de autocuidado aumenta essa possibilidade.

No entanto, felizmente, existem coisas que podemos fazer, caso tenhamos rotinas pesadas, para que a nossa saúde e bem-estar não sejam comprometidos por conta do trabalho.


O que fazer, especialmente, se longas horas forem a norma.

À CNBC, o neurocirurgião do Weill Cornell Brain and Spine Center, Dr. Philip Stieg, disse que existem três atividades que funcionam bem para aliviar e compensar o estresse diário:

1. Meditar

Apenas 20 minutos por dia de meditação em um lugar calmo e silencioso, durante ou depois do trabalho, ajudam a controlar os níveis de estresse e manter a mente no lugar.


2. Boa alimentação e prática de exercícios

Steig costuma recomendar a seus pacientes dietas de tipo mediterrâneo, com carne, laticínios, peixes, verduras, frutas, legumes e azeite. Além dos exercícios regulares, que todos sabemos que fazem bem para a saúde.


3. Uma boa noite de sono

Quando não temos tempo de descanso suficiente, podemos aumentar nossas chances de sofrer um derrame, segundo o neurocirurgião.

Além de tudo isso, é fundamental visitarmos constantemente o médico para estarmos atualizados sobre a pressão arterial e níveis de colesterol, garantindo que o estresse esteja sempre controlado.

O trabalho, que tem influência muito grande em nossas vidas, deve sempre ser tratado com muita responsabilidade. Portanto, se você tem longas horas de trabalho, mantenha-se atento a essas dicas e cuide de sua saúde em primeiro lugar!

Como é sua rotina?

Comente abaixo e compartilhe o texto com os amigos viciados em trabalho!

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.