Você se conhece de verdade?

Alguém já lhe disse que você é de um jeito que nunca imaginou ser? Ou que você faz coisas que nunca reparou fazer? É muito comum ouvirmos que fulano conhece ciclano como ninguém e que o conhece mais que a ele mesmo.

Cabe aqui mais uma pergunta: você já parou para pensar por que abre o olho de manhã? Digo, qual a razão de você acordar toda manhã?  Dizer que é para trabalhar ou para estudar, cuidar da casa, dos filhos, isso é fácil responder.

Levando o assunto mais a fundo, a verdadeira pergunta deveria ser: por que você veio a esse mundo (onde a maioria é louco, doente ou aprendiz)?

Sem mistério, sem suspense, a resposta é simples: você está aqui para corrigir “seu emocional”, ou seja, para aprender a ser equilibrado, a conhecer “seu verdadeiro eu”. Mais simples ainda seria conseguirmos agir de tal maneira.

O problema é que passamos tanto tempo querendo conhecer outras pessoas, sermos aceitos por elas e opinarmos sobre suas atitudes, que nos esquecemos de olhar para dentro de nós, de escutarmos nossas próprias vontades. A maior preocupação da maioria de nós muitas vezes é julgar a atitude dos outros, ao mesmo tempo em que tememos o que os outros vão pensar de nossas atitudes.

Ajude a criar um mundo melhor!

Sua Santidade, o Dalai Lama, em seu livro “Uma ética para o novo milênio”, concluiu que não importa se somos ricos ou pobres, instruídos ou não, todos desejamos ser felizes e evitar sofrimentos. E em um mundo repleto de sofrimentos, o próprio Dalai Lama nos ensina como podemos criar um mundo melhor: “Se você quer transformar o mundo, experimente primeiro promover o seu aperfeiçoamento pessoal e realizar inovações no seu próprio interior”.

Se você quer, faça. Está com dúvida, não faça. Se errar, reconheça, aceite e aprenda. E se precisar, recomece.

Seja humilde. Saiba que existe algo maior que você. Pare de depender dos outros, de terceirizar seus pedidos e desejos. Pare de cuidar da vida alheia. Viva sua própria vida, pense em você. Faça por você. Procure aprender mais sobre você, a identificar melhor seus sentimentos, suas reações e tudo o que precisa ser modificado para que você encontre a sua paz.

Se uma pessoa O incomoda, ela faz isso porque você a deixa incomodá-lo. Cada um tem que se preocupar em desempenhar bem o seu papel. Não podemos julgar, avaliar e decidir o que é certo ou não. Devemos ter paciência e procurarmos o lado bom das coisas, buscando em todas as situações o aprendizado que devemos absorver.

A felicidade não é alcançada em meio às coisas da matéria, tampouco cercado de amigos, família. Ser feliz é estar integrado a si próprio e sentir-se bem consigo mesmo.

Somente quando você se tornar seu maior aliado, estará realmente preparado para conquistar tudo de bom que existe na vida, pronto para desempenhar seu papel da melhor maneira possível e ser feliz, onde quer que seja.


Direitos autorais da imagem de capa: wallhere.com / 601631



Deixe seu comentário