AmorAtitude

Você segue o seu coração?

coracao no livro b9037

Hoje em dia muito se fala sobre a importância de seguir o seu coração. Mas, você já parou para pensar o que isso realmente quer dizer?



Vivemos em um mundo que instiga a usarmos cada vez mais nossos potenciais intelectuais, a racionalidade nunca foi tão valorizada como nos dias atuais.

Vivemos praticamente boa parte do tempo em nosso lado racional: pensamos, planejamos, organizamos nosso cotidiano ou revivemos, relembramos fatos de nosso passado.

Tentamos explicar nossas atitudes, entender os fatos da vida, controlar os acontecimentos futuros. E algumas vezes, estamos tão envolvidos com esse trabalho mental, com o ser que pensa, que acabamos por esquecer um aspecto primordial em nós: o sentimento.


O que sentimos é tão importante quanto o pensamos!

Isso porque, o nosso “sentir” abre as portas de nossa percepção, ou seja, a forma como percebemos a vida, as pessoas, o mundo ao nosso redor e o nosso mundo interior.

Com o nosso “sentir” podemos acessar a verdade em todas as coisas e pessoas: a essência de tudo o que nos rodeia.

oX__Xo_by_Roux_S


Por meio do que sentimos é possível eliminar nossas ilusões, nossas contradições, nossos auto-enganos. Justamente porque enquanto nossa parte racional pensa, analisa, julga, a parte que “sente” todas as coisas e pessoas vai para muito além das aparências, mergulhando no que é mais profundo e verdadeiro.

Por isso algumas pessoas dizem: “o coração conhece a verdade” ou “siga o seu coração”. Porém seguir o seu coração só é possível quando você presta atenção ao que sente em cada momento, em cada situação.

O sentimento é a comunicação interna da alma de cada pessoa que sussurra de forma particular a cada um de nós nos mostrando sempre o melhor a fazer e qual o caminho a seguir.
Muito acima das ilusões e fantasias do mundo, a alma ou, se preferir, sua essência sabe o que lhe fará feliz ou o que lhe fará infeliz muito antes mesmo de a mente conseguir formular um pensamento.


Podemos imaginar que o nosso “sentir” funcione como um “sensor” ou uma “bússola” interna que nos guia com segurança em nosso caminhar pela vida. E quando nos afastamos desse “sensor” podemos estar criando as condições ideais para o que o sofrimento entre em nossas vidas.

Talvez, você se pergunte: Mas, como parar a mente para conseguir a quietude interior necessária para ouvir o meu coração?

Esse pode ser o maior desafio ou obstáculo encontrado por aqueles que desejam seguir seu coração: a mente. Não exatamente a mente em si, mas uma intensa atividade mental pode realmente diminuir os momentos de silencio interior tão necessário para conseguirmos identificar nossos sentimentos.

siga-seu-coracao


Porém, existem algumas técnicas simples capazes de serenar a nossa mente possibilitando o acesso aos nossos sentimentos. Entre elas, a terapia com mandalas, possibilita além do acesso a conteúdos inconscientes, uma forma de silenciar a mente e trazer para a consciência nossos sentimentos mais profundos.

Quando conseguimos perceber nossos sentimentos ou, em outras palavras, ouvimos a voz de nosso coração, seguindo seus direcionamentos conquistamos um estado de paz e um grande equilíbrio interior.

Virgínia Fernandes é psicanalista, professora da prática psicanalítica e coordenadora de grupos terapêuticos.


Arte da visualização

Artigo Anterior

Receita para evolução e prosperidade

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.