Você sofre antes de um evento acontecer?

É muito comum ver pessoas sofrendo antes da hora! Quando falo sofrendo, refiro-me não apenas à dor emocional, dor na alma, mas – até àquela dor que se reflete no físico.

Há três meses, participei da XX Corrida e Caminhada NETGeo, os dias que antecederam ao evento foram de sol, calor, na véspera, uma amiga viu a Maju fazendo as previsões meteorológicas no JN. Nessa previsão, Maju falava em chuva intensa e frio durante todo o domingo.



Eu estava me preparando para ir ao cinema, quando toca o celular e ela desesperada dizia: “Mellllll, vai chover e fazer frio!

E agora? Você vai mesmo assim? Você tem roupa de caminhada própria para chuva? Que chato, né!? Justamente, quando eu decido fazer essa tal de caminhada, vai chover!

Respondi: “Getulina (nome fictício), eu não tenho roupa de chuva pra caminhada não. Eu vou mesmo que chova 3 dias sem parar!” Brinquei. “Levarei uma toalha de banho e 1 muda de roupa bem quentinha, 1 par de tênis sequinho. Se chover, vamos para o carro e nos trocamos. Em, casa um banho bem quentinho, um chá e tudo fica bem.”

Ela não gostou do que eu disse, ficou reticente e complementou: “Ligo pra você de manhã, caso chova!”


Naquela madrugada de domingo, esfriou, choveu muito com direito a trovões e ventania. Foi uma verdadeira tempestade.

Moramos na Zona Norte da cidade de São Paulo, atravessamos a cidade até o Jardim Botânico. A chuva foi passando, o céu ficando azul. Ao chegarmos ao Jardim Botânico estava sol, céu azul e a temperatura está confortável.

A caminhada foi MARAVILHOSA, nos divertimos muito, aprendemos sobre compostagem, conhecemos pessoas, assistimos a um corredor superar suas limitações físicas e finalizar a prova com suas muletas.

Quantas vezes nos pegamos sofrendo por detalhes, por questões alheias à nossa vontade e domínio, antevendo um final trágico e comprometedor para nossos projetos e sonhos.


Evitamos viver, nos escondemos da Vida, alimentando o sofrimento da possibilidade de não dar certo. Isso se chama ansiedade.

Uma doença moderna decorrente do advento da velocidade de informação. Como tudo é muito rápido, a pessoa pode ser absorvida por esse sentimento de URGÊNCIA e querer antever o final do filme, o resultado final do jogo, o dia seguinte. Essa tarefa é inútil, estéril e fatal, porque não podemos alterar o passado. Não podemos antever o futuro. Só temos o momento presente, o AQUI-AGORA. Essa realidade é a responsável pelo que está por vir.

Antigamente, na época em que o tempo era espelhado pela natureza, dia amanhecia com o nascer do sol, a noite chegava com a presença da lua. As pessoas reconheciam a estação do ano pelo frutificar das árvores, ansiedade não era o sentimento que imperava, porque as pessoas tinham consciência de que tinham de esperar a época de adubar, semear, germinar, crescer, florir, frutificar para colher.

A dica para iniciar o aprendizado de cura da Ansiedade é reaprender com a natureza a construir um novo conceito de tempo, de urgência.

Você já sofreu ou conhece alguém que sofre de Ansiedade?

Escreva no comentário: SIM e compartilhe este post com essa pessoa.

Abraços Festivos da Melcina.

______

Direitos autorais da imagem de capa: julenochek / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.