ColunistasComportamento

Você sofre antes de um evento acontecer?

VOCÊ SOFRE ANTES DE UM EVENTO ACONTECER 1

É muito comum ver pessoas sofrendo antes da hora! Quando falo sofrendo, refiro-me não apenas à dor emocional, dor na alma, mas – até àquela dor que se reflete no físico.



Há três meses, participei da XX Corrida e Caminhada NETGeo, os dias que antecederam ao evento foram de sol, calor, na véspera, uma amiga viu a Maju fazendo as previsões meteorológicas no JN. Nessa previsão, Maju falava em chuva intensa e frio durante todo o domingo.

Eu estava me preparando para ir ao cinema, quando toca o celular e ela desesperada dizia: “Mellllll, vai chover e fazer frio!

E agora? Você vai mesmo assim? Você tem roupa de caminhada própria para chuva? Que chato, né!? Justamente, quando eu decido fazer essa tal de caminhada, vai chover!


Respondi: “Getulina (nome fictício), eu não tenho roupa de chuva pra caminhada não. Eu vou mesmo que chova 3 dias sem parar!” Brinquei. “Levarei uma toalha de banho e 1 muda de roupa bem quentinha, 1 par de tênis sequinho. Se chover, vamos para o carro e nos trocamos. Em, casa um banho bem quentinho, um chá e tudo fica bem.”

Ela não gostou do que eu disse, ficou reticente e complementou: “Ligo pra você de manhã, caso chova!”

Naquela madrugada de domingo, esfriou, choveu muito com direito a trovões e ventania. Foi uma verdadeira tempestade.

Moramos na Zona Norte da cidade de São Paulo, atravessamos a cidade até o Jardim Botânico. A chuva foi passando, o céu ficando azul. Ao chegarmos ao Jardim Botânico estava sol, céu azul e a temperatura está confortável.


A caminhada foi MARAVILHOSA, nos divertimos muito, aprendemos sobre compostagem, conhecemos pessoas, assistimos a um corredor superar suas limitações físicas e finalizar a prova com suas muletas.

Quantas vezes nos pegamos sofrendo por detalhes, por questões alheias à nossa vontade e domínio, antevendo um final trágico e comprometedor para nossos projetos e sonhos.

Evitamos viver, nos escondemos da Vida, alimentando o sofrimento da possibilidade de não dar certo. Isso se chama ansiedade.

Uma doença moderna decorrente do advento da velocidade de informação. Como tudo é muito rápido, a pessoa pode ser absorvida por esse sentimento de URGÊNCIA e querer antever o final do filme, o resultado final do jogo, o dia seguinte. Essa tarefa é inútil, estéril e fatal, porque não podemos alterar o passado. Não podemos antever o futuro. Só temos o momento presente, o AQUI-AGORA. Essa realidade é a responsável pelo que está por vir.


Antigamente, na época em que o tempo era espelhado pela natureza, dia amanhecia com o nascer do sol, a noite chegava com a presença da lua. As pessoas reconheciam a estação do ano pelo frutificar das árvores, ansiedade não era o sentimento que imperava, porque as pessoas tinham consciência de que tinham de esperar a época de adubar, semear, germinar, crescer, florir, frutificar para colher.

A dica para iniciar o aprendizado de cura da Ansiedade é reaprender com a natureza a construir um novo conceito de tempo, de urgência.

Você já sofreu ou conhece alguém que sofre de Ansiedade?

Escreva no comentário: SIM e compartilhe este post com essa pessoa.


Abraços Festivos da Melcina.

______

Direitos autorais da imagem de capa: julenochek / 123RF Imagens


Tem gente que te abraça e te reinicia!

Artigo Anterior

Quanto mais vezes você se expõe ao desconhecido, mais seu cérebro expandirá…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.