ColunistasComportamento

Você vive para agradar os outros?

E aí! Esse é o seu caso? Se for afirmativo eu te digo que na maioria das vezes, você está perdendo o seu tempo, e deixando que outros usem a sua energia. Sim, é isso mesmo a maioria das pessoas está é levando a sua energia embora, por isso no fim do dia vem aquela canseira, que você não sabe de onde, afinal o dia não foi tão fatigante assim.



Se a todos você diz sim, se a todos você procura servir, achando que irão reconhecê-la como uma pessoa boníssima, você se engana redondamente.

Vivemos cercados em nosso dia a dia de pessoas, com inúmeros pensamentos, pesados, pessoas com semblante carregado de negatividade, que só o fato de uma aproximação já nos deixa incomodados, e quando resolvem falar conosco nos sentimos em um ambiente cinza, muitos até sentem um cheiro esquisito no ar. É fácil reconhecer pessoas assim, geralmente tem os olhos baixos, cabeça sempre voltada para o chão, ombros caídos e lábios quase sempre cerrados com os extremos para baixo.

Pessoas assim precisam da sua energia para viver o dia e inconscientemente vão procurar essa energia nas pessoas sensatas, de bem com a vida, com a guarda baixa e sempre receptivas a tudo e a todos, portanto tome cuidado você que acha que todos te adoram, te amam e que vivem te elogiando, se arvorando de amigas, são na verdade vampiras da sua energia.


Tudo ao redor é energia, vibrando em várias camadas, o bairro onde moramos existe a energia das pessoas que lá moram, já notaram que existem bairros que quando passamos sentimos algo de feliz nas casas, nas janelas e varandas tudo que observamos nos remete a um lar feliz.

E como existem bairros que só em passarmos de carro sentimos tristeza, geralmente as casa são fechadas, janelas e cortinas cerradas como se as pessoas tivessem medo de abri-las e de ver a luz do sol, ou quando a noite passamos, notamos uma luz amarelada fraquinha no interior da sala ou no quintal, são lugares de pouca energia, onde geralmente vivem pessoas sozinhas ou de idade avançada, que sofrem de solidão e de abandono.

Ou talvez você já tenha mudado para um lugar novo e logo surgem aquelas pessoas com a velha desculpa da política da boa vizinhança, oferecendo seus préstimos; cuidado pessoas assim só querem saber como você vive e de que maneira vive, ou a típica pergunta das reuniões sociais, quando as pessoas que não lhe conhecem, querem logo saber o que você faz?

Em geral são oportunistas e querem saber de que maneira irão tirar proveito de você, ou da boa situação em que você se encontra.


Tudo é energia e tudo vibra e você precisa aprender a esquivar-se das ditas energias baixas, pessoas ou casais que só falam de relações, quando digo relações quero dizer de modo pejorativo, percebe?

Casais que o marido em meio a um grupo de amigos, fala muito de relações, deixando constrangida a companheira e em tudo vê maldade e vive dizendo:

– Minha relação com a minha mulher é só relação, não acredite, na maioria das vezes é mentira é uma maneira torpe de chamar a atenção para a sua masculinidade que talvez não tenha, ou até de chamar a atenção de outra pessoa de uma maneira cínica. Existem aqueles que só falam de crimes e de barbaridades que viram ou aqueles que sempre levam vantagem em suas transações comerciais, sempre conseguem o melhor preço, o melhor desconto, sabem negociar como ninguém e sempre compram o melhor. Certamente vocês conhecem pessoas assim, que só valorizam o que lhes pertence, o que é do outro nada vale.

Comportamentos assim chamo de baixa energia, que te suga e te leva para o mesmo patamar, fuja disso. É muito melhor ficar ouvindo aquelas histórias da amiga chata que só fala das viagens que fez.


Eu sei bem, vivemos em sociedade e precisamos nos relacionar com todos, de uma maneira educada e agradável, concordo plenamente, afinal precisamos passar sociabilidade para os nossos filhos. Mas levar esse pessoal para a nossa casa e para o nosso convívio, a história é outra, pessoas assim são como o sol, só aparece quando o tempo está bom.

Preste atenção, o mal não está só nas ruas, está nas pessoas que te invejam, nas pessoas que te usam pelo fato de você não saber dizer não e sempre querer agradar a todos. É impossível agradar a todos, mas a grande maioria sabe como tirar proveito da sua ingenuidade ou inocência, o ladrão é bastante claro, rouba tudo que quer de você sem pedir, mas os ardilosos os falsos esses chegam sorrateiramente, bem de mansinho e quando você perceber levaram até a sua energia.

Pense nisso…


Vive melhor quem sabe a hora de se afastar…

Artigo Anterior

5 coisas que você pode fazer para impedir a demência antes que comece

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.