Pessoas inspiradoras

Voluntários doam sopa em potes de margarina para pessoas necessitadas!

Capa Voluntarios doam sopa em potes de margarina para distribuir comida a pessoas necessitadas 1

A linda ação acontece no interior de São Paulo, e a organização responsável se chama “Anjos da Sopa”

Há sete anos que uma organização sem fins lucrativos atua para mudar a realidade da fome na na capital e no interior de São Paulo. A “Anjos da Sopa” é liderada pela cabeleireira Gisele Ferreira de Souza, de 37 anos, uma mulher de fibra e que está sempre pensando em novas formas de ajudar o próximo.

Com a chegada da pandemia, a atuação do grupo se expandiu e desde essa época são entregues também cestas básicas para famílias em dificuldades financeiras. Tudo é feito com a ajuda de voluntários. Gisele contou ao portal Diário do Grande ABC que as pessoas que aparecem para ajudá-la e fazer doações são uma de suas motivações. Ela sente que não está sozinha no propósito de ajudar. Nas atitudes dos voluntários, Gisele vê o verdadeiro amor de Deus agir na vida das pessoas.

Foi em 2014 que Gisele começou a fazer sopa para entregar uma vez por mês em diversas localidades de Santo André. Com recursos próprios, produzia 70 refeições por semana e, com a ajuda de voluntários, ia entregá-las para pessoas em situação de rua. Em pouco tempo, a produção passou a ser pouca, então ela pediu mais ajuda para fazer 300 refeições.

Na biografia do Instagram da organização, é possível ler que o grupo se identifica como amigos sem vínculo político ou religioso, que levam alimentos aos moradores de rua. Atualmente, já são mais de 5 mil refeições por mês, que são entregues em Santo André, São Bernardo, Ribeirão Pires, Mauá e São Paulo, três vezes por semana.

Capa Voluntarios doam sopa em potes de margarina para distribuir comida a pessoas necessitadas

Reprodução Instagram / @ anjos_da_sopa_de_santo_andre_s

Em 2020, no início da pandemia, com as pessoas em casa, Gisele não podia mais contar com a maioria dos voluntários, que são idosos e estavam mais vulneráveis à covid-19. Com o salão de cabeleireiro fechado também, ela colocou uma geladeira e um micro-ondas no espaço e criou outro projeto, a “Geladeira Solidária”, onde qualquer pessoa que precisasse poderia retirar seu alimento. Com todas as restrições de público, Gisele se pegava pensando quem estava ajudando as pessoas vulneráveis. Foi uma época, ela se recorda, em que todos estavam passando por dificuldades, logo ajudar o próximo era uma atividade mais difícil ainda.

A pandemia seguiu e o projeto também. Hoje o “Anjos da Sopa”, que é uma organização não governamental (ONG), serve café da manhã todos os dias na Rua Javri, em Santo André, além de entregar cestas básicas. A sopa continua sendo distribuída.

Gisele se lembra que antes os “anjos” iam até as comunidades carentes e hoje quem precisa consegue vir até eles. E com as dificuldades financeiras que resultaram da pandemia, ela já notou que várias pessoas que antes doavam hoje são quem precisa de ajuda!

A ONG também atua junto com o padre Júlio Lancelloti, entregando lanches nas manhãs de domingo para a população em situação de rua na cidade de São Paulo.

As histórias de sucesso são muitas. Com a ajuda de voluntários, o “Anjos da Sopa” conseguiu reformar uma casa em Ribeirão Pires, de uma avó que cuida dos netos pequenos. Consertou o telhado, conseguiu móveis, roupas e brinquedos para as crianças. Também faz parceria com outro projeto social que ajuda a recuperar pessoas do vício das drogas e do álcool, e quando encontra alguém em situação de rua e que quer tentar o tratamento, a ONG o encaminha. Já ajudou pessoas a restabelecer os laços familiares.

Gisele lidera a entidade, está à frente do seu salão, tem marido e três filhos pequenos. Parece se multiplicar em mil para dar conta de tudo, mas sempre consegue.

As sopas e outras delícias são levadas em potes de margarina de 500g, que podem ser doadas para a organização, e são recheadas com uma deliciosa comida, feita com ingredientes de primeira qualidade.

Mais do que um alimento nutritivo e saboroso para quem precisa – o que já é um grande feito –, a “Anjos da Sopa” oferece também a dignidade para que essas pessoas continuem lutando.

3 Voluntarios doam sopa em potes de margarina para distribuir comida a pessoas necessitadas

Reprodução Instagram / @ anjos_da_sopa_de_santo_andre_s

Aumento de casos de Aids entre jovens de 13 a 25 anos no Brasil preocupa, alerta especialista

Artigo Anterior

Filhotes de elefantes são flagrados brincando em santuário na África do Sul

Próximo artigo