Comportamento

“Vou continuar lutando, como sempre.” Golpista do Tinder voltou ao Instagram para se defender

Capa Vou continuar lutando como sempre golpista do Tinder voltou ao Instagram para se defender

Simon Leviev, nome pelo qual o golpista ficou conhecido, fez uma breve aparição nas redes sociais antes de sumir novamente.

Um dos projetos mais celebrados do Netflix no começo de 2022, “O golpista do Tinder” foi uma sensação no mundo todo, figurando nas listas de mais assistidos de diversos países onde o streaming está ativo.

Para aqueles que não assistiram, aqui vai um pequeno resumo: o documentário conta a história das mulheres que foram enganadas por um homem no aplicativo de busca de relacionamento, o Tinder. Esse homem, que se apresentava como Simon Leviev, mostrava a elas que levava uma vida de luxo, levava-as para jantares caros, até que em dado momento esse homem que se dizia herdeiro de uma das empresas de diamantes mais famosas do mundo, começava a pedir dinheiro emprestado para essas mulheres que, envolvidas sentimentalmente, lhe emprestavam.

Quando suas dívidas já estavam exorbitantes e os cheques de Simon não podiam ser descontados, elas então descobriram que esse homem não era quem dizia ser e seu “ganha-pão” era enganar mulheres em aplicativos de namoro para que elas bancassem seu estilo de vida extravagante.

Uma história intensa, não é mesmo? Simon — ou Shimon, seu nome verdadeiro, como foi apurado pelos jornalistas que revelaram a farsa — chegou a ser preso; existem várias provas contra ele, mas continua em liberdade, ostentando uma vida de rei.

No entanto, desde o lançamento do documentário, em fevereiro de 2022, sua história alcançou todo o globo e nunca tantas pessoas prestaram atenção nas suas ações.

Por mais estranho que possa parecer, Simon Leviev — já foi provado não ter nenhum vínculo com Levi Leviev, o magnata dos diamantes que ele dizia ser seu pai, mas pela compreensão da história continuaremos a chamá-lo assim — conquistou alguns “fãs”, pessoas que acharam interessante o golpe que aplicou e diversos outros tentando se passar por ele. Hoje, se você procurar o nome dele no Instagram, encontrará diversos perfis criados por pessoas que assistiram ao documentário.

No entanto, é claro que algumas pessoas acharam que o que o golpista fez foi errado. Ele inclusive foi banido de aplicativos de namoro e constantemente precisa criar contas nas redes sociais, pois as empresas de comunicação o banem. Porém ele fez uma rápida aparição no Instagram, a primeira desde a estreia do documentário, onde expressou seu descontentamento com o que estava acontecendo.

2 Vou continuar lutando como sempre golpista do Tinder voltou ao Instagram para se defender

Direitos autorais: Reprodução / Instagram

Na publicação, que agora só existe na memória e nas capturas de tela de quem a viu, Simon aparece sentado dentro de um carro, que parece uma limusine, mostrando mais uma vez sua marca registrada: a ostentação de um estilo de vida luxuoso. Ele sorri timidamente na foto e a tradução do que é dito na legenda é: “Estes últimos dias foram bem difíceis para mim, agradeço todo o amor e apoio que tenho recebido. Vou continuar lutando, como sempre”.

Os “dias difíceis” a que ele se refere certamente tem a ver com a alta exposição desde a estreia do documentário. Simon se recusou a participar do filme da Netflix, mas concedeu sua primeira entrevista sobre o caso para o canal Inside Edition, pouco tempo depois da estreia do documentário.

Na entrevista, Simon defende que não enganou as mulheres que falaram contra ele e que na situação em que as conheceu era apenas um homem procurando encontros no Tinder. Ele disse ainda que nunca se apresentou para nenhuma das mulheres como o filho de um magnata dos diamantes, mas que sua riqueza vem de seus empreendimentos com bitcoin.

Simon disse ter ficado chocado com quão solícitas as mulheres eram para viajar para conhecê-lo e que é um grande cavalheiro, não esse monstro que estão alegando.

Atualmente, Simon namora uma modelo israelense, que acredita em sua história e diz que as mulheres do documentário teriam inventado uma grande mentira sobre seu namorado.

Ela deixou claro que Simon não lhe pediu nenhum dinheiro emprestado.

Ainda.

0 %