Notícias

Zambelli declara que mãe pode “pegar pistola e meter chumbo” em petistas na sua casa

Foto: Depositphotos.com
Carla zambeli

Carla ainda disse que estaria no direito de “se defender”, e que a mãe tinha todo o direito de “defender” a família, caso ela não estivesse em casa.

Em um evento na Central Única dos Trabalhadores (CUT), Luís Inácio Lula da Silva mencionou ao público presente que as manifestações realizadas na frente do Congresso Nacional não eram capazes de afetar os deputados que ficam lá dentro. De acordo com o ex-presidente, “surtiria mais efeito”, se as pessoas “mapeassem” a casa dos políticos.

“Quando a gente está dentro do Plenário, a gente não sabe se está chovendo lá fora. Então, se a gente mapeasse o endereço de cada deputado e fossem 50 pessoas para a casa desse deputado? Não é para xingar, não. É para conversar com ele, conversar com a mulher dele, conversar com o filho dele, incomodar a tranquilidade dele. Acho que surte mais efeito do que manifestação em Brasília”, disse Lula.

Mas a fala não agradou aos deputados da extrema-direita, que se apressaram em demonstrar contrariedade ao discurso do ex-presidente. A deputada federal Carla Zambelli (PL/SP) informou em um vídeo que vai protocolar denúncia por suposto crime de assédio contra o petista, e chegou até mesmo a autorizar que a mãe atire em quem aparecer em seu endereço.

No vídeo, publicado em sua conta no Twitter, a deputada disse que em sua casa tem pistola, e que não aceita que os eleitores apareçam em sua casa para cobrar nenhum tipo de postura ou comportamento. “Então, eu digo uma coisa a vocês: na minha casa tem pistola. E olha, mãe, se vier vagabundo ameaçar a senhora ou ao meu filho, a senhora está autorizada a pegar a pistola e meter o chumbo, porque aqui vale a lei da legítima defesa.”

2 Zambelli declara que mae pode pegar pistola e meter chumbo em petistas na sua casa

Direitos autorais: Reprodução Instagram/ @lulaoficial

Ainda de acordo com a deputada, a mãe supostamente teria todo o direito de “defender” a própria família enquanto não estivesse em casa. Zambelli disse que o ex-presidente Lula estava colocando a militância em uma área insegura, porque gostava de fazer “política em cima de caixão”. “Fez em cima da esposa dele. A esposa dele no caixão, e ele fazendo discurso. O que dirá em cima de vocês. Tomem muito cuidado”, finalizou.

3 Zambelli declara que mae pode pegar pistola e meter chumbo em petistas na sua casa

Direitos autorais: Reprodução Instagram/ @zambelli.oficial

A assessoria de Lula enviou uma nota ao UOL, e disse que lamentava “que muitos bolsonaristas insistam em incitar a violência política ao invés de aceitar o debate democrático de ideias. Um país melhor se constrói com livros, empregos e oportunidades, não com armas e incitação à violência”. 

Mas não foi apenas Zambelli quem demonstrou posicionamento contrário à fala de Lula, o deputado federal Otoni de Paula (MDB/RJ) também fez ameaças ao ex-presidente. Em um discurso no plenário da Câmara no dia 6 de abril, o político disse que no Rio de Janeiro existia um “método de tratar bandido, e é na bala”. “Não venha atravessar a escola de meus filhos ou abordar a minha mulher, porque vai ser na bala”, disse o parlamentar.

O deputado federal Junio Amaral (PL/MG) usou a própria rede social para publicar um vídeo em que aparece carregando uma arma com cartucho, se dizendo pronto para o momento em que Lula chegar na sua casa. A presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann, disse que o partido está analisando se entra com uma medida contra o parlamentar.

4 Zambelli declara que mae pode pegar pistola e meter chumbo em petistas na sua casa

Direitos autorais: Reprodução Instagram/ @cabojunioamaral

“Achei muito inadequado o nível de violência que teve essa resposta, estamos avaliando quais medidas vamos tomar em relação a isso. Mostrar a arma e incitar violência é coisa que não pode ficar sem resposta”. Gleisi ainda disse que o parlamentar tinha que explicar porque anda com uma arma dentro do carro, incitando a violência.

0 %