Comportamento

Aline Borges fala sobre chegada de Zuleica ao Pantanal, mudança de vida e encontro com Maria Bruaca

Foto: Divulgação
Zuleica chega ao Pantanal e muda de vida mas encontro com Maria Bruaca so acontece la na frente diz Aline Borges

Saiba mais sobre essa nova fase na vida das duas personagens.

O remake de Pantanal tem feito muito sucesso e conquistado uma audiência fiel, tanto de telespectadores que acompanharam a primeira versão da novela, exibida em 1990, quanto das novas gerações, motivadas pelos elementos únicos da história.

Embora se passe no Pantanal, uma região que só está presente em dois estados de nosso país, a novela é capaz de criar uma grande similaridade com o público, muito por conta dos personagens, bem construídos, com características de personalidade com as quais todos nós somos capazes de nos identificar e em uma aura bem brasileira no sentido de cultura e tradições.

Pantanal nos capta pelos conflitos, pelas personalidades de cada personagem e também pelas tretas, como não podia deixar de ser.

Maria Bruaca (Isabel Teixeira) tem sido vista como uma das personagens mais promissoras nesse momento da novela, já que enfrenta uma realidade de vida bastante complicada. Criada no interior, com uma visão de mundo machista, ela abriu mão de muitos aspectos de sua vida para se dedicar ao marido, aos filhos e ao lar, mas o seu mundo desaba quando descobre que Tenório (Murilo Benício) tem outra família, com esposa e filhos.

A grande decepção faz com que Maria Bruaca mude totalmente a sua vida, sentindo mais liberdade para ser quem realmente é, explorando sua feminilidade e inclusive se envolvendo com outros homens, como Alcides (Juliano Cazarré), empregado da fazenda de Tenório, com quem estrelou cenas picantes.

113 09 opcao 03

Direitos Autorais: Divulgação/TV Globo

No entanto, essa história está um pouco longe do fim, uma vez que Zuleica (Aline Borges), a outra esposa de Tenório, se muda para o Pantanal. Antes enfermeira, ela passará por uma mudança de realidade bastante surpreendente, que também se estenderá à Bruaca.

Em uma entrevista para o Extra, Aline falou um pouco sobre como será essa nova etapa do folhetim, com as duas mulheres do fazendeiro morando no Pantanal ao lado de seus filhos.

Em algum momento ambas terão um encontro, mas segundo a intérprete de Zuleica, isso não se dará em primeiro momento, até porque na chegada da enfermeira, Bruaca estará vivendo na chalana.

Segundo Aline, as duas personagens também não desenvolverão qualquer tipo de relação, muito possivelmente por conta de Bruaca, que teve uma criação completamente diferente da mulher da cidade grande.

tenorio e zuleica

Direitos Autorais: Reprodução/TV Globo

Bruaca não é uma mulher independente, que faz as próprias escolhas desde cedo. Aline pontua sua criação mais fechada, e o fato de ela ter dedicado toda a sua vida a um homem que nunca a respeitou. A pantaneira vive em conflito consigo mesma, e é incapaz de aceitar Zuleica.

Aline Borges disse que o encontro das duas será algo emocionante, embora não tenha permissão para entrar em muitos detalhes sobre o momento aguardado pelo publicação.

Falando sobre sua personagem, ela explica que Zuleica, desde que descobriu que Tenório já era casado, nunca enxergou Bruaca como uma inimiga, nem como alguém que pudesse ameaçar o seu relacionamento com o fazendeiro.

Screenshot 75

Direitos Autorais: Divulgação/TV Globo

Pelo contrário, ela sempre teve um olhar de respeito para a primeira mulher de seu marido.

Aline ainda menciona o momento em que Tenório conta à Zuleica que Bruaca descobriu a verdade, pontuado que sua personagem age como uma espécie de “protetora” dessa mulher.

Em um comentário adicional, Aline também elogia a maneira como Bruno Lupieri tem guiado essa situação tão complicada. Em sua visão, o autor não escolheu seguir a direção da “da rivalidade total dessas mulheres”, complementando que isso é algo muito comum em nossa sociedade.

Para a atriz, estamos vivendo um momento de mudança, em que o poder e a cumplicidade femininas precisam ser enaltecidos, já que as mulheres vão longe quando caminham juntas.