Cães veem os donos como se fossem seus pais

Quando falamos sobre cachorros, pensamos neles como nossos amigos. Isso porque eles são os maiores companheiros que podemos conhecer! Estão sempre ao nosso lado, procurando um motivo para nos fazer sorrir, tornando nossas vidas muito mais felizes!

No entanto, eles aparentemente não nos enxergam da mesma maneira. De acordo com uma pesquisa realizada pela veterinária Lisa Horn, da Universidade de Viena, na Áustria, os cães nos enxergam como se fôssemos seus pais, e é por isso que, mesmo quando já estão velhinhos, eles podem desempenham alguns comportamentos infantis.

Ela estudou 22 cães, que foram divididos em 3 grupos:

  • O primeiro grupo de cães ficou sozinho, sem os donos
  • O segundo grupo esteve acompanhado pelos donos, mas eles permaneceram em silêncio
  • Já o terceiro grupo estava acompanhado pelos donos e esses os encorajaram a realizar a atividade proposta, que consistia em brincar com alguns brinquedos disponíveis. Em troca, os cãezinhos ganhariam comida.

Os cães que estavam com os donos por perto brincaram muito, mas aqueles que estavam sozinhos não se animavam para brincar, nem mesmo a comida os motivava a se divertirem.

Um tempo depois, Lisa refez o teste, mas substituiu os donos dos cachorros por pessoas desconhecidas. Os resultados não foram os mesmos, mesmo acompanhados, os cães não demonstraram interesse em brincar, e isso revela muito sobre o vínculo entre os cães e seus donos.

Lisa acredita que o seu experimento mostra que os cães possuem uma dimensão chamada de “área de segurança”. Isso significa que eles se sentem mais motivados, confiantes, seguros e confortáveis quando estão perto dos donos, e que quando estão distantes, as coisas parecem mais desinteressantes, além de possivelmente perigosas.

Esse padrão também é observado na relação entre pais e filhos pequenos. As crianças se sentem muito mais validadas quando estão perto de seus pais, e não se abrem muito para o mundo quando distante deles.

“Esta é a primeira evidência da similaridade entre o ‘efeito de base segura’ encontrado na relação dono-cachorro e na criança-pai”, diz Lisa.

Quem tem um cachorro certamente já reparou que ele muitas vezes age como uma criança, mas a notícia de que nos enxergam como seus pais pode ser uma novidade para muitos, apesar de já nos comportarmos dessa maneira quase sempre.

Comente abaixo suas experiências de mãe/pai de cães e como isso faz você se sentir!

Não se esqueça de compartilhar este artigo com seus amigos que também têm um filhinho de 4 patas em casa!


Direitos autorais da imagem de capa: flickr.com/mfhiatt



Deixe seu comentário