3min. de leitura

Crise financeira? Perigo e Oportunidade.

Mais uma vez, o povo brasileiro é submetido a uma crise financeira.


Como toda crise, exige táticas de guerra, ou seja, a consciência de que ela existe, mas é transitória, assim como um tornado: pode destruir, mas passa e o sol retorna. Contudo, no olho do furacão existe o silêncio, a quietude.

Estamos no olho do furacão da crise, por isso o povo está calado, mas como disse a canção: “Silêncio na cidade não se escuta.”

Nesse momento atual, aqui e agora, entendendo a definição da palavra Crise, que em chinês, nos apresenta duas maneiras de análise:


De um lado, crise é perigo. Devemos nos manter vigilantes, para não sermos paralisados pelo medo, cujos exemplos principais são:

1. Perda da esperança;

2. Depressão;

3. Desmotivação;


4. Fuga para os vícios e compulsões;

5. Doenças psicossomáticas.

Por outro lado, crise é oportunidade. Encontro de caminhos para superá-la, ou seja, encontrar as oportunidades práticas para a resiliência, um poder próprio do ser humano.

Difícil? Sim.

Impossível? Não.

Temos de aprender a administrar nossas vidas com Inteligência Emocional.

1. Redução de gastos eventuais, tais como: alimentação em restaurantes, passeios pagos, compras desnecessárias de vestimentas;

2. Uso sustentável das despesas fixas, preparo dos próprios alimentos, valorização dos passeios ao ar livre, das reuniões em casa, diversão em família;

3. Trabalho em equipe: convocar a família, inclusive as crianças, para o desafio de conter gastos em prol do equilíbrio financeiro familiar;

4. Mantenha a calma, o desespero deixa a mente confusa, turvando a visão.

Portanto, a solução para a crise é vencer o perigo e gerar oportunidades, para assumir o controle da própria vida e assim mudar a sequência da cadeia viciante da crise e CRIAR novas possibilidades de empregar as competências, a fim de encontrar meios de sobreviver com dignidade até o tornado passar.

Vamos lá, vencer o tornado e contemplar o novo!

_________

Direitos autorais da imagem de capa: kennethm118 / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.