5min. de leitura

Elefantes, grandes amuletos da sorte para proteção da família e do lar

Os elefantes não são animais muito comuns para nós, brasileiros. Eles costumam viver em savanas e florestas, e são mais encontrados na África e Ásia.

Como não fazem parte de nossas vidas diárias, não temos muitas histórias ou tradições que nos envolvam, mas para os indianos, que convivem de perto com esses animais, os elefantes são realmente especiais.


Para o budismo, os elefantes são muito valiosos, porque representam a força da mente, e no hinduísmo, a religião mais popular da Índia, esses animais são uma encarnação de Ganesh, o deus da cabeça de elefante, um dos mais conhecidos e venerados da religião, e representa sabedoria, boa sorte e prosperidade.

Existe uma lenda hinduísta sobre Ganesha, que pode explicar porque os elefantes se tornaram o símbolo do deus e são tão populares na Índia. Explicamos essa lenda abaixo.

Conta a lenda que o Shiva, pai de Ganesha, depois de retornar de uma longa viagem, quis entrar no palácio onde sua mulher, Parvati, estava tomando banho. Ganesha não reconheceu a aparência do pai, pois estava muito diferente de quando saiu para fazer sua viagem e o impediu de entrar no palácio.

Shiva ficou muito furioso e cortou a cabeça do menino. Quando Parvati apareceu e viu o corpo de seu filho mutilado, ficou inconsolável. Shiva, então, prometeu a ela que cortaria a cabeça do primeiro ser que visse “dormindo errado” (com a cabeça voltada para o sul, porque para eles, o certo era dormir com a cabeça voltada para o norte) e a colocaria no corpo de seu filho.


Depois de andar por muito tempo, Shiva encontrou um filhote de elefante dormindo “errado”, então cortou a sua cabeça e levou para colocar nos ombros de Ganesha. Para Parvati, nada estava resolvido, então ela foi pedir ajuda a outros deuses.

Os outros deuses, Brahma e Vishnu, disseram que não podiam fazer nada sobre o fato de o menino ter perdido sua cabeça, porque não poderiam desfazer uma ação do deus Shiva, mas poderiam dar poderes ao menino Ganesha, para que ele se transformasse num deus muito querido por todos ou hindus. Assim, eles estaria sempre presente na mente dos fiéis, conhecido como aquele que destrói os obstáculos e ajuda na conquista da fortuna…

Parvati agradeceu a ajuda dos deuses, e se foi.


Essa é a história de Ganesha, e a palavra dos deuses Brahma e Vishnu foi cumprida. Ganesha é um dos deus mais adorado e sua imagem é conhecida por todos os fiéis e em grande parte do mundo. Ele é sempre lembrado com carinho e devoção em todas as cerimônias religiosas, e oferece dando proteção e apoio aos seus devotos. 

Os elefantes são vistos com tanta importância por conta de sua relação com o deus Ganesha, e muitas pessoas os colocam em suas casas em forma de decoração como uma maneira de oferecer proteção ao lar e à família.

Diz-se que os elefantes de decoração devem ser colocados nas varandas ou nas portas das casas, para que ofereçam uma proteção ainda melhor ao ambiente, trazendo paz e prosperidade. Além disso, a parte detrás desses animais deve estar posicionada em direção à porta, garantindo sucesso no ambiente de trabalho.

O material e a cor do seu elefante de decoração não são relevantes, mas é necessário sempre prestar atenção na posição em que ele é colocado, para que sempre esteja de acordo com suas necessidades.

A tromba para baixo representa a vida, fertilidade e ajuda trazer estabilidade ao lar. Já quando está para cima, é sinônimo de prosperidade e boa sorte. Colocar moeda perto do elefante também pode ajudar a multiplicar o seu dinheiro.

Você usa os elefantes como amuletos para a sorte? Sabia que essa crença é relacionada ao deus hindu Ganesha? Comente abaixo e compartilhe as dicas com seus amigos!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: byrdyak / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.