10min. de leitura

25 alimentos poderosos para combater a ansiedade:

Alimentos poderosos para combater a ansiedade:

Sentar-se à mesa todos os dias e poder desfrutar de uma refeição nutritiva é uma benção. Hoje, em meio a tanta desigualdade social, dar valor as nossas condições de vida transforma a maneira como enxergamos o mundo.


Cultivar bons pensamentos também influencia positivamente o nosso estado de espírito. Para manter uma postura otimista, no entanto, é preciso desenvolver serenidade e paciência. Afinal, uma das grandes vilãs da mente pacífica é a ansiedade — condição psicológica mais comum do que se imagina.

Portanto, acalme-se. Você não está sozinho! Há formas de melhorar a estabilidade emocional investindo em uma alimentação saudável.

Por essa razão, preparamos uma lista especial com 25 alimentos que combatem a ansiedade. Confira!


Invista nas frutas

1. Banana

Anda desanimado nos últimos tempos? Lembre-se de manter a despensa abastecida com banana. Além de ser ótima fonte de energia, essa fruta auxilia no desenvolvimento celular e na saúde do sistema nervoso.


2. Maçã

Rica em fibras e carboidratos, a maçã é um verdadeiro combo saudável. Fonte de vitaminas A, B1, B2, B6 e C, também apresenta boas quantidades de zinco, selênio e magnésio. Adicione à hora do lanche para auxiliar no seu relaxamento.


3. Uva

Quando bater aquela vontade incontrolável de comer doces, que tal devorar um cacho de uvas? A fruta, além de ser energética, reúne diversas vitaminas do complexo B — bastante benéficas para o funcionamento do sistema nervoso central.



4. Jabuticaba

As vitaminas do complexo B atuam como antidepressivos e também estão presentes na jabuticaba. Além do mais, essa fruta é um alimento rico em ferro e vitamina C, ideal para fortalecer as defesas do organismo.


5. Laranja e outras frutas cítricas

A laranja — e todo o time das frutas cítricas — contribui para o relaxamento dos músculos, minimizando a fadiga e o estresse. Aposte nessas fontes de cálcio e vitaminas diversas para aliviar a ansiedade.


Abuse dos legumes e verduras

6. Beterraba

A beterraba é classificada como um caule rico em açúcares. Mas não é só energia! Ela possui uma grande quantidade de nutrientes e vitaminas, como folato, magnésio e uridine — substâncias que agem como neurotransmissores e favorecem a disposição.


7. Batata-doce

Ingerir batata-doce não é exclusividade de quem leva uma vida fitness. Afinal, trata-se de uma raiz repleta de nutrientes auxiliares à saúde mental, como betacaroteno e vitamina B6. Quer melhorar seu humor? Acrescente esse alimento ao seu cardápio.


8. Tomate-cereja

Engana-se quem pensa que os tomates-cereja servem apenas para enfeitar saladas. Eles são ótimas fontes de licopeno, antioxidante que ajuda a estabilizar o humor. Lembrando que, embora sejam popularmente conhecidos como legumes, cientificamente, tomates são frutas.


9. Alface

Na feira, não pode faltar. A rainha das saladas é uma fonte de folato e lactucina — compostos de ação calmante, que auxiliam na prevenção da depressão e quadros de confusão mental. Inclua no almoço, no jantar e, se possível, no sanduíche!


10. Acelga

A acelga é um vegetal riquíssimo em magnésio, componente importante em reações bioquímicas relacionadas ao nível de energia do organismo. A falta dessa substância é associada ao transtorno de depressão bipolar. Portanto, vale a pena experimentar.


11. Espinafre e outros vegetais escuros

Sorria! O espinafre contribui para a sensação de felicidade. Além de ser rico em ferro, contém grandes quantidades de ácido fólico, responsável por melhorar a saúde do sangue e do sistema imunológico. Aposte também em outros vegetais escuros, como couve, agrião e brócolis.


Acredite nos grãos e cereais

12. Aveia, quinoa e amaranto

Alguns cereais fornecem uma boa quantidade de vitaminas do complexo B, importantes para a conversão do triptofano em serotonina — substância relacionada à depressão. A aveia, a quinoa e o amaranto são uma tríade poderosa. Adicione no iogurte e no mingau ou misture à farinha de qualquer receita.


13. Cevada

Pensou em cerveja, né? A cevada está presente principalmente em bebidas, pães e alimentos à base de grãos integrais. Além de conter magnésio, é fonte de colina — nutriente relacionado ao sono, à aprendizagem e à memória, auxiliar na transmissão dos impulsos nervosos.


14. Gérmen de trigo

O gérmen é a parte mais nutritiva do trigo, presente no interior da semente. Ele apresenta boas quantidades de proteínas, minerais, ácidos graxos, vitaminas do complexo B e vitamina E — um poderoso antioxidante. Quer combater a depressão? Acrescente o gérmen de trigo às vitaminas, frutas e receitas diversas.


15. Arroz integral

Assim como os demais carboidratos, o arroz integral aumenta o nível de açúcar no sangue, proporcionando energia e disposição. Além de conter aminoácidos essenciais com propriedades antidepressivas, o alimento é coadjuvante no tratamento da insônia, por ser uma fonte de melatonina — o hormônio do sono. É hora de dormir!


16. Feijão

O feijão é uma leguminosa bastante benéfica à saúde do cérebro. Fonte de ferro, magnésio, proteínas e aminoácidos, fornece energia ao organismo e ajuda a prevenir transtornos mentais. Honre a cultura brasileira e consuma feijão semanalmente.


Escolha alimentos ricos em gordura vegetal

17. Sementes

As sementes proporcionam benefícios diversos à saúde mental. A linhaça e o gergelim, por exemplo, são alimentos ricos em ômegas 3, 6 e 9, importantes na manutenção dos impulsos cerebrais. Já as sementes de abóbora e girassol são ricas em magnésio. Seja criativo: experimente em pratos doces e salgados.


18. Oleaginosas

As oleaginosas, como castanhas, amêndoas, nozes e avelãs, são ricas em ácidos graxos e nutrientes com ação antioxidante, propriedade auxiliar nos transtornos depressivos. Que tal ingerir essas delícias como lanches entre as refeições? Prefira as versões in natura.


19. Óleos vegetais

Os óleos vegetais extravirgem são bastante saudáveis. O azeite de oliva é fonte de ômega-9 e compostos fenólicos. Já o óleo de coco contém ácido caprílico — composto antifúngico e imunoestimulante. Ambos apresentam alta atividade antioxidante.


Consuma laticínios, proteínas e itens diversos

20. Ovos, leite e derivados magros

Esses alimentos são ótimas fontes de triptofano, aminoácido importante para controlar sintomas em indivíduos ansiosos. Além disso, essas substâncias estão relacionadas à produção de serotonina — o hormônio da felicidade. Invista no consumo diário.


21. Carnes e peixes

Além de serem ricos em triptofano, carnes e peixes apresentam boas quantidades de magnésio e vitamina B3. Eles também contêm taurina, aminoácido que age sobre um neurotransmissor relacionado ao controle da ansiedade. Proteína no cardápio!


22. Ostras

As ostras são excelentes fornecedoras de iodo, zinco e selênio, cujas propriedades são estimulantes para a tireoide. Além de atuar no controle de peso do organismo, a glândula está relacionada à sensação de felicidade. Portanto, quando for ao restaurante, não deixe de experimentar os pratos à base dessa iguaria.


23. Mel

Não importa se você consome o mel no pão, no biscoito ou no chá. Saiba que ele contribui para a produção de serotonina, substância responsável pelo sentimento de prazer e bem-estar. Calórico? Sim. Saudável? Também. Comer de colher? Pode.


24. Chá de camomila

Um chazinho antes de dormir tem seu valor. E não é por menos! Muitos chás quentes — exceto os estimulantes — contribuem para o relaxamento do corpo e da mente. A camomila, por sua vez, é famosa por suas propriedades calmantes. Prepare a bebida e durma como um anjo!


25. Chocolate

Para encerrar a lista dignamente, chocolate! O alimento contém flavonoides, antioxidantes participativos na produção de serotonina. Mas fique atento: indica-se o consumo de 30 gramas por dia e, de preferência, na versão amarga ou meio amarga.

Explorar o universo nutricional pode render ótimos resultados para a saúde física e mental. Agora que você já conhece alguns alimentos que combatem a ansiedade, pode investir em métodos naturais para aprimorar seu equilíbrio emocional. Prepare receitas de prosperidade. Que comida na mesa seja sinônimo de gratidão!

Gostou dessas dicas de alimentação saudável? Então, compartilhe com os seus amigos no Facebook, no Twitter e no Instagram!





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.