EnergiasEspiritualidade

Como aumentar a sensibilidade das mãos para curar a si próprio e aos outros:

sensibilidade

Todos os métodos de cura energética tornam-se mais eficazes quando o praticante apresenta sensibilidade nas mãos. Quanto mais sensíveis são nossas mãos, mais podemos sentir. Isso vale também para os terapeutas corporais, para os quiropráticos, osteopatas e diversos outros profissionais que tratam as pessoas por meio do toque.



Na cura prânica, é muito importante desenvolver a sensibilidade das mãos, pois não há estrutura sobre a qual se apoiar. O praticante baseia-se apenas em suas mãos para transmitir-lhe os sentimentos ou as mensagens energéticas.

Na parte central de nossas mãos há uma pequena porta, comumente conhecida como chakra, que emite e recebe o prana. É o desenvolvimento dessa porta que aguça a sensibilidade das nossas mãos. Quanto mais estiver aberta essa porta, mais facilmente a energia fluirá através dela, nos dois sentidos; é isso que significa ter mãos sensíveis.

01


Para abrir essa porta, concentre sua atenção na mão. No início talvez seja mais fácil abrir a porta colocando seu dedo no centro da outra mão Isso é suficiente para abrir o chakra da mão. Faça esse exercício com regularidade; fazê-lo de cinco a dez minutos por dia, durante três ou quatro meses, é suficiente para ativar permanentemente suas mãos.

02

Outro bom exercício para aumentar a sensibilidade das mãos é manter as palmas próximas uma da outra, sem se tocarem. Devagar, afaste as mãos até uma distância de cerca de quarenta centímetros; em seguida, lentamente, aproxime-as novamente.

03


Isso deve ser feito de cinco a dez minutos de cada vez. Demora alguns minutos antes que o prana se concentre entre as mãos. Mantenha-as próximas até que sinta certo calor ou tenha uma sensação de eletricidade entre elas; então, bem devagar, afaste-as novamente. Normalmente, oito em cada dez pessoas podem sentir o prana na primeira tentativa e a maioria pode sentir imediatamente os limites do corpo etérico à medida que as mãos aproximam-se lentamente.

Nina Greguer

Fontes: Livro “Prana – O Segredo da Cura pela Yoga” (Atreya) – Livro: “Hatha Yoga” Pradípiká (Svátmáráma)


Gratidão, a palavra mágica!

Artigo Anterior

O poder da escrita terapêutica…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.