ColunistasLei da AtraçãoO Segredo

O sentimento que eu escolhi deixar…

positividade

Todos os dias eu acordo com a certeza de que sou capaz de escolher exatamente o que vai “reger” o meu dia.



Como uma regência de orquestra mesmo. Escolho o tom. O toque. A sintonia. O sentimento que vai reinar por entre os corredores repleto de músicos e me invadir.

Hoje eu acordei escolhendo o amor. E desejando positividade. Há dias em que a gratidão é maior que tudo.

A felicidade também. Em outros, escolho apenas viver o dia em paz.


Todos os dias somos capazes de escolher o que transborda na gente. E o que sobra.

Nas sobras, ficam coisas que eu não escolho viver.

Deixo nos restos os sentimentos ruins, os rancores do dia-a-dia e providencio o fim disso.

Fora da cama e fora da vida, a gente deixa tudo que não cabe. Tudo que retém e prejudica nossas forças.


Para os meus dias, desejo sempre um painel em branco, para que eu possa enchê-lo de cor durante o dia.

Quanto mais eu desejo coisas boas, mais me sinto cercada de alegria e energias positivas que o universo se encarrega de mandar até mim.

Eu sou e eu recebo exatamente o que eu emito.

Para cada reclamação, o universo providencia coisas ruins que poderiam ter ficado de fora.


E, olha, quando a gente exclui isso da nossa vida, essas coisas ficam de fora mesmo.

Me recuso a trazer para minha vida problema e sofrimento que eu mesma atraio com atitudes mesquinhas.

Para hoje e para nós, fica o exercício. Tentar pensar só em coisa boa faz um bem danado para a alma.

Eu já escolhi o que quero para minha vida hoje. E você?


Porque eu te amo…

Artigo Anterior

Certas coisas simplesmente não valem…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.