publicidade

A relação entre pais e filhos é a relação mais completa que pode existir!

Pai e mãe não têm a função de dar ao filho uma profissão ou uma saída para a vida. Acredito que a obrigação de pai e mãe é dar valores e conceitos que capacitem o filho a se suprir. Se eles criam o filho sem preconceitos e com valores bons e generosos, eles são o alicerce de uma vida saudável.



Tenho a sorte de ter uma família bem divertida. Meu pai é psiquiatra, minha mãe é artista plástica. Brinco sempre com eles que meu cérebro é cheio de cor. Papai e mamãe cantavam para nós músicas criadas por eles e estórias que eles inventavam para nos divertir e educar. Eles tinham uma grande preocupação em nos criar sem preconceitos de cor, tamanho, hábitos e religião. Nunca quiseram me transformar em alguém, mas sempre quiseram que eu fosse eu mesma.

E essa é a melhor coisa que eles poderiam ter feito por mim, me dar ferramentas para que eu pudesse descobrir quem eu sou. A maior preocupação deles é: saiba quem você é e se aceite; nós estamos aqui com você, somos a sua retaguarda. Sempre aprendi deles que a gente precisa ter ética, respeito, e nunca julgamentos.

Um filho que não tem essa benção de ter pais bons, também pode achar caminhos para fazer disso um bem. Pode usar uma infelicidade como motivador de mudanças. O filho pode ser uma transformação para os próprios pais. A pessoa que sofre muitas vezes é o agente de mudanças, é ele que vai mudar a família para os próximos que virão, para os irmãos, para os netos…


E isso é possível, sim, tenho o exemplo dentro de casa: meu pai foi uma criança abandonada. Ele poderia ser um ladrão, mas escolheu ser o médico que é. Ele poderia culpar a sociedade, ou os que o deixaram, e se destruir, mas ele preferiu agir e mudar o destino. Ele foi o agente de mudança da própria vida e do que veio depois.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.