publicidade

Se você foi humilhado, não revide, perdoe e pronto. O bem sempre vence o mal

Se você humilhou, coloque a mão na consciência e pense duas vezes antes de falar qualquer coisa. Lembre-se que nada justificará seu erro. Aprenda com eles e procure não reincidir.



Você já disse algo a alguém que não deveria ter dito ou já ouviu alguma coisa que o ofendeu? Pois é. Acredito que todos tenham passado por isso um dia.

Não somos perfeitos o tempo todo nem a vida inteira. Em algum momento, podemos falhar e errar, principalmente falando o que não devíamos. Mais cedo ou mais tarde, a consciência acaba lembrando do instante de inconveniência desnecessária e cobrará ao ficar pesada. Incomodará e o máximo que poderá ser feito é dizer para si: “Não precisava eu ter dito aquilo. Para que eu fui abrir a minha boca? Não me levou a lugar algum e ainda deu uma baita confusão, e acabou sobrando para mim.”

Aquela velha e boa expressão: “Quem com ferro fere com ferro será ferido.”


Mesmo que leve ao arrependimento, mesmo que não tenha tido a intenção de causar indisposição em virtude das circunstâncias alheias à vontade, nada resolverá, pois não adianta chorar sobre o leite derramado. Dizer algo pode levar minutos, mas o impacto de uma palavra mal dita, que acaba sendo maldita, pode levar muito tempo para ser superado.

Nem tudo o que pensamos, achamos ou ficamos sabendo devemos comentar com a própria pessoa, muito menos sair repassando para terceiros. Além de ser uma postura deselegante, não acrescentará nada a ninguém. Nessa história, não haverá ganhadores, e sim perdedores, pois só demonstrará fraqueza.

Quem é forte não precisa demonstrar fortaleza, humilhando quem quer que seja, bem como sair por aí se defendendo e se vitimizando.


Não somos donos do mundo nem da verdade, aliás ninguém o é. Tudo é relativo e sempre há os dois lados da mesma moeda. Um mesma imagem pode ser vista de maneira diferente por cada pessoa, de acordo com sua individualidade.

Independentemente de ser ofendido ou ter ofendido, ambos ficarão desconfortáveis.

Dos males, o menos pior é quem foi humilhado, pois ao final será exaltado, enquanto “os exaltados serão humilhados”. Esse é um versículo bíblico, bem como: “Não julgueis para que não sejais julgados.”

O que não falta também nesse vai e volta são os ditados populares: “Os últimos serão os primeiros”, “Quem ri por último ri melhor”, “Um dia da caça, outro do caçador”, “Estou pagando a língua”, etc.

Está bem claro que quem saiu em desvantagem, sendo pisado e esmagado, não precisa fazer nada, pois a própria vida lhe ensinará da melhor forma possível, fazendo com que o arrogante sinta na própria pele ao receber o troco, que será dado na mesma moeda.

Não é à toa que temos dois braços, duas pernas, dois ouvidos e apenas uma boca. Temos de ter cautela e prudência antes de falar qualquer coisa, para isso devemos usar o cérebro a nosso favor e pensar muito bem antes de falar qualquer coisa.

Podemos até ser sociáveis, mas isso não nos dá o direito de usar as palavras escritas ou faladas de forma leviana. É sempre bom reforçar que “a palavra é de prata, mas o silêncio é de ouro”.

O equilíbrio é fundamental e agir com moderação faz toda a diferença. É melhor não ter o que falar do que sair falando asneiras.

Se você foi humilhado, seja grato e não revide, pois violência gera violência. Perdoe e pronto! Se você humilhou, coloque a mão na consciência e pense duas vezes antes de falar qualquer coisa. Lembre-se que nada justificará o seu erro. Aprenda com eles e procure não reincidir. Mantenha a calma e a paciência. Conte de um até dez antes de colocar tudo a perder. Reflita e medite sempre.

Se vieram lhe falar algo de outrem, saia de fininho e não coloque mais lenha na fogueira, pois uma faísca pode vir até você e acabará queimando-o também. A vida já tem os próprios desafios, então para quê ficar complicando ainda mais?

Faça a sua parte. Cuide da própria vida. Tenha fé. Viva bem e tenha uma vida plena e feliz. O bem sempre vence o mal.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.