publicidade

Sua vida vai mudar se você desapegar dessas seguintes barreiras mentais:

Uma das maiores lições a serem aprendidas na vida é levar a luz em nossa jornada de vida e desfrutar de uma boa paz de espírito.



Nossa saúde mental dita todas as ações e reações. Ideias inúteis, coisas barulhentas ao nosso redor nos prejudicam e  acabamos entrando em situações desnecessárias de vibrações negativas.

Nós nos agarramos demais em coisas que nos pesam, e a força real está em desapegar, deixar ir.

Devemos ser corajosos o suficiente para parar as coisas que nos deixam para baixo. Podemos ter asas, mas nunca vamos voar como águias se mantivermos as correntes que nos prendem ao chão.

E acredite ou não, você está apenas a um clique de distância. Escolhendo o que você realmente precisa para se concentrar. Apenas pare por um minuto. Você nunca verá o que o pesa, a menos que você veja as coisas inúteis que ocupam a sua cabeça.


Nós continuamos pensando em muitas coisas inúteis, e temo que nós fazemos com muito mais frequência do que precisamos.

Meditando em um lugar calmo, você focalizará em seus pensamentos, e só assim que você entende que está sobrecarregado com pensamentos.

Aqui estão 20 barreiras mentais que se precisa desapegar:

1. Solte os apegos: o apego é uma das raízes de todo sofrimento. Não vamos nos orgulhar de nossas posses que são de natureza temporária. Esta deve ser a prioridade número um em uma lista de coisas que precisamos deixar.



2. Largue a culpa: Solte a culpa: Sentir a sensação profunda de culpa em nossa mente vai distrair a positividade. O que sentir culpa pode resolver?


3. Abandone a autocrítica: O medo constante causado pela autocrítica pode deixar uma pessoa incapacitada. . Aqueles com pouca autoestima são susceptíveis a serem influenciados por qualquer crítica e sofrem de agonia mental. Permanecer inativo é a solução instantânea para aqueles que sofrem destes riscos.


4. Abandone os preconceitos: Uma mente preconceituosa é outra barreira mental grave que promove os maus sentimentos e ressentimento.


5. Solte o pensamento negativo: a negatividade cria uma aura escura que não permite que o otimismo se manifeste.


6. Solte o pensamento compulsivo: aprendemos a evitar o pensamento compulsivo e a concentrar-nos na utilidade, eficácia e utilidade para relacionamentos de longo prazo.


7. Buscando a aprovação de outros: Isso mata sua iniciativa e faz você parecer pequeno aos olhos dos outros. Um estado de complexo de inferioridade se instala.


8. Solte os rancores: manter rancores não é apenas um mau hábito; é ruim para uma saúde e bem-estar. Certas pesquisas indicam a relação direta do coração e a mente, e este hábito pode causar sérios problemas de saúde.


9. Deixe de lado as crenças limitantes: algumas crenças são criadas por você mesmo e auto impostas. Basta agarrar a ideia de que tudo o que você pode imaginar é real.


10. Deixe de adiar as coisas: adiar coisas que precisam ser feitas hoje para amanhã é uma abordagem descontraída. O tempo e a maré não esperam por ninguém. Faça isso hoje, em vez de deixar para amanhã.


11. Solte os pensamentos ansiosos: esses pensamentos são suportados por medos e ansiedade inerentes.


12. Solte o coração partido: Já que o nosso coração bloqueia a nossa mente, o coração partido cria um vácuo mental. Precisamos esquecer tais incidentes e avançar para o novo.


13. Solte as más lembranças: é melhor esquecer memórias ruins e mantê-las à distância. Aprenda com elas, não as mantenha trancadas em você. Elas podem criar-lhe um enorme dano.


14. Deixe de lado as coisas inúteis: é preciso dominar a arte de descartar coisas inúteis, inclusive pessoas. A arte de descartar, Livro de um autor japonês, fala sobre a importância de deixar coisas inúteis. A palavra “inútil” explica tudo.


15. Deixe de lado as más companhias: “Um homem é conhecido pela companhia que ele mantém” é um provérbio sábio. Como uma fruta podre estraga o resto na cesta, manter má companhia faz o mesmo. Leva embora o brilho na qualidade da amizade.


16. Largue o passado: aprendemos a esquecer as más experiências do passado e aprendemos lições de erros e desventuras.


17. Deixe de se rotular: identificar-nos com um papel específico limita nosso escopo de trabalho e perdemos a nossa identidade. É melhor sair desta rotina o mais rápido possível.


18. Deixe de levar as coisas para o lado pessoal: Trata-se de um hábito ruim. É contraproducente para um comportamento positivo e bem-estar. Além de matar todas as iniciativas e unidades.


19. Solte o relógio: isso pode acumular o maior estresse, pois nos torna escravos do tempo que temos. Isso devora a verdadeira liberdade. Respeite o tempo, mas não o relógio tique-taque.


20. Deixe de lado hábitos contraproducentes: aqueles hábitos que distraem ou obstruem sua produtividade devem ser deixados de lado.

Estes são alguns dos fatores mais importantes que agem como barreiras mentais. Livrar-se de uma barreira mental é uma oportunidade para reiniciar a sua vida.  É uma disciplina mental a ser cultivada e não uma ciência complicada.

___________

Traduzido pela equipe O Segredo – Fonte: Simple Capacity

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.