EmoçõesComportamento

5 sinais de sofrimento emocional

5 sinais de sofrimento

A vida tem uma maneira de mudar-nos após cada evento que passamos. Nós nos tornamos mais fortes por causa das lutas. Tornamo-nos resistentes por causa das lições. No entanto, existem pessoas lá fora que sofrem de transtornos. Essas pessoas muitas vezes são descartadas. Depois, há outras que estão passando por grande sofrimento emocional mascarado. Muitas vezes, amigos íntimos ou membros da família não reconhecem as mudanças no comportamento até que seja tarde demais. Confira os 5 sinais que podem ajudar a determinar se o seu ente querido precisa de ajuda.



1.Súbitas mudanças de personalidade

Isso pode acontecer gradualmente, mas só quando as mudanças são grandes você começa a tomar conhecimento. Alguém que sempre foi positivo começa a se retirar em público. Esta pessoa não sai muito, ou interage com os outros de forma muito diferente. Mudanças bruscas podem ser desencadeadas por dor emocional. Não é que a pessoa faça isso de propósito. O sentimento de medo afeta sua visão e ela simplesmente não consegue se conectar com outras pessoas.



2.Irritação, agitação e alterações de humor

5 sinais de sofrimento2

Essa pessoa pode ter se tornado obcecada com problemas e reage com agitação. Ela torna-se ansiosa em torno de outros. Tem explosões de humor. Torna-se explosiva e irracional. Feridas aparecem em muitas formas e raiva é o combustível para liberar emoções. Padrões de sono também mudam. Ela quer dormir demais, ou sofrem de insônia. Quando não há alívio da dor, ela pode até se entorpecer através de álcool, drogas, comida ou outros comportamentos destrutivos. Fique de olho em padrões destrutivos que só podem ser escondidos por um tempo. Estes sentimentos, como raiva explosiva, são gritos de socorro. Também não deixe de notar mudanças no corpo: a pessoa está se ferindo, deteriorando sua saúde?



3.Isolamento

Alguém que gosta de estar perto de outras pessoas agora só pensa em ficar em casa. Não visita ninguém. Não vai a encontros. Pode até parar de ir para o trabalho ou escola. A depressão atinge com força e falar parece esforço extremo. Observe se essa pessoa começa a ficar obcecada com as coisas. Será que ela se culpa por tudo? Continua falando sobre eventos passados? Sua mente se torna seu maior e mais mortal inimigo. Ela começa a ficar fora de controle. É importante redirecionar sua atenção com algum entretenimento.


4.Pouco autocuidado


A pessoa para de tomar conta de si mesma. Também pode se envolver em atividades de julgamento pobre. Uma mudança extrema na personalidade pode criar muitos níveis de autocuidado. Ela vai parar de tomar banho, ou tornar-se radicalmente obsessiva sobre a limpeza. Alguém que ama exercício e de repente para de se exercitar também pode ser alvo de autocuidado deficiente. Exercício torna-se uma tarefa árdua. Assim como a alimentação.


5.Opressão pelas circunstâncias

Esta pessoa pode parecer oprimida pelo desamparo e tristeza. Eles poderia estar sofrendo de um trauma que está ressurgindo ou um sofrimento extremo. Pode estar tendo problemas de autoestima, vergonha e culpa. Começa a falar sobre o suicídio em pequenas observações passageiras. Ela começa a acreditar que a vida é melhor sem ela. Não ignore esses comentários!


5 sinais de sofrimento3

Essas atitudes não são para chamar a atenção. Depressão, tristeza, sofrimento, perda e transtornos mentais devem ser levados a sério. Seu trabalho não é corrigir o problema ou tentar fazer a pessoa ver as coisas à sua maneira. Seu trabalho e buscar ajuda para ela. É importante procurar aconselhamento ou perícia médica. Em um artigo na PsychCentral, a terapeuta Margarita Tartakovsky compartilha como lidar com alguém que está sofrendo de depressão. Esses pontos também são úteis quando se trata de qualquer tipo de sofrimento emocional, traumas, perdas ou alterações:

– Esteja lá para a pessoa mesmo que isso signifique apenas sentar em silêncio com ela;

– Tente fazer pequenos gestos para ajudá-la, seja enviando um cartão, cozinhando ou deixando-lhe uma mensagem doce.


– Não julgue ou critique sua situação;

– Não minimize ou ignore a sua dor;

– Não tente corrigir o problema ou comparar suas experiências com a dela;

– Seja paciente com seu amado. É importante dar a alguém espaço para lamentar em conformidade.


O sofrimento emocional nos afeta de muitas formas e níveis diferentes. Seja uma inspiração. Dê-lhe tempo e compaixão. Conecte-se, estenda a mão, e permita-lhe te ajudar no caminho da recuperação. Lembre-se que o melhor presente, por vezes, é saber que você não está sozinho nestes momentos debilitantes.

___

Traduzido pela equipe de O SegredoFonte: Power of Positivity


5 coisas que só acontecem a almas antigas

Artigo Anterior

10 citações sobre o amor que apenas introvertidos irão entender

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.