publicidade

7 coisas que as pessoas felizes não têm em seus quartos!

Aprenda estas dicas e elimine do seu quarto tudo aquilo que pode impedi-lo de viver mais feliz e ser bem-sucedido!



Você se considera uma pessoa feliz?

Sabemos que a vida é feita de fases e momentos, e que estamos constantemente experimentando diferentes sentimentos, de acordo com as nossas experiências, mas mesmo no dia mais difícil, algumas pessoas conseguem manter a esperança e a alegria, pois confiam em si mesmas e no caminho da vida, além de cultivar a felicidade e o otimismo em todos os momentos.

O grande segredo dessas pessoas está em seu comportamento. Elas criam rotinas positivas, libertando-se de pensamentos e hábitos que atraem a negatividade, e se comprometem em cuidar de si mesmas em nível físico, emocional e espiritual.


Elas também mantêm no seu quarto apenas o essencial. O quarto é um dos ambientes mais importantes da casa, pois é onde descansamos e recuperamos nossas energias, por isso precisa ser muito bem cuidado e limpo.

Na lista abaixo, apresentamos sete coisas que as pessoas felizes não têm em seus quartos. Essas são poderosas dicas para colocar em prática e melhorar ainda mais a sua vida!

1. Tapetes que acumulam muita poeira

Os tapetes, assim como carpetes, podem acumular muita poeira e, presentes no quarto, acabam influenciando em nosso descanso, causando-nos coceira, coriza e até mesmo dor de garganta. Se você é alérgico a ácaros, essa é uma grande dica das pessoas felizes para melhorar sua qualidade de vida.



2. Decorações desnecessárias

A decoração é fundamental para deixar nossa casa mais bonita e “com a nossa cara”. No entanto, quando se trata do quarto, ela deve ser tratada criteriosamente. A desordem é uma grande causa de infelicidade, ainda mais quando se acumula no quarto. Mantenha apenas decoração pontual em seu quarto, livre-se daquilo que apenas está ali para fazer bagunça.


3. Pinturas com tons ou desenhos tristes

O gosto relacionado à arte é muito pessoal, não há problema nenhum em apreciar obras mais sombrias ou melancólicas, com tons tristes. No entanto, mantê-las tão próximos de você pode despertar-lhe vibrações contraproducentes. Mantenha sempre o equilíbrio e lembre-se de que o seu quarto deve oferecer conforto e alegria.


4. Cores muito vívidas nas paredes

Podemos nos encantar com os quartos com cores bem vivas, em tons de vermelho, amarelo, entre outros. De fato, eles são bonitos, mas podem atrapalhar o descanso, especialmente daqueles que sofrem de insônia. As cores vívidas despertam a nossa atenção, opte por tons mais claros, pois o ajudarão a relaxar com muito mais facilidade.


5. Cortinas que permitem muita claridade

As cortinas claras e leves são um charme, mas o melhor local para elas é na sala, onde a luz é sempre muito bem-vinda. No quarto, onde descansamos, o melhor é usar cortinas do estilo “blackout”, pois isolam toda a luz artificial que vem de fora, a qual pode impedi-lo de descansar da forma certa.


6. Televisão

A televisão é indispensável no quarto de muitas pessoas, no entanto, pode ser melhor que ela fique apenas na sala, pois a luz azul que emite pode afetar nossa saúde ocular, além de dificultar o processo de adormecimento.


7. Smartphones ligados

O vício em celulares tem afetado todas as áreas de nossas vidas, e não é diferente com o sono. A mesma luz azul emitida pelos televisores está presente nesses celulares, além de seu uso no quarto impedir o descanso natural ou até mesmo as conversas com nossos parceiros. Em seu quarto, deixe o celular distante, pelo seu bem.

Essas são algumas coisas que as pessoas felizes deixam bem longe de seus quartos. Quantas delas você já aplica?

Comente abaixo e compartilhe o artigo!

 

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.