Pessoas inspiradoras

Brasileiro de 19 anos é o aluno mais jovem a estudar em Harvard

Mateus de Lima sempre foi um excelente aluno, tanto que se tornou o advogado mais jovem do país e, agora, entrou numa das melhores universidades do mundo!



Estudar nem sempre é o hábito preferido de muitos jovens, mas esse não era o caso do brasileiro Mateus de Lima Costa Ribeiro que, aos 19 anos, atingiu um feito até então inédito. O garoto se tornou o aluno mais jovem a ingressar no programa de mestrado em Direito da Universidade de Harvard, em Cambridge (EUA), considerada uma das melhores e mais prestigiadas instituições de ensino do mundo.

Mas essa não é a primeira conquista desse menino-prodígio de Brasília. O estudante passou no vestibular do curso de Direito da Universidade de Brasília, quando ainda nem tinha iniciado o ensino médio, aos 14 anos. Aos 18, Mateus conseguiu o título da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e se tornou o advogado mais jovem do país.

Você achou que as conquistas do menino pararam por aí?


Pois saiba que o menino gênio, logo após conseguir o título da OAB, tornou-se o mais novo advogado no mundo a fazer uma sustentação oral perante uma suprema corte ao falar aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Por tal feito, Mateus, inclusive tenta alcançar um lugar no Guinness, o livro dos recordes.

Confira a seguir o pronunciamento:


 




Ver essa foto no Instagram



 

Uma publicação compartilhada por Mateus Costa-Ribeiro (@mateus.costaribeiro)

Mateus também foi o mais novo estudante a iniciar um mestrado numa universidade pública do Brasil.

Ele cursava pós-graduação na Universidade de Brasília (UnB), mas precisou trancar o curso para ir para Harvard. Em entrevista do jornal Estadão, o jovem disse que não ficou surpreso ao saber dessa notícia, que é o sonho de qualquer estudante, porque ele sempre foi precoce nos estudos, portanto, alcançar uma aprovação para o mestrado ainda aos 19 anos não era algo inimaginável para ele.

Mas se engana quem pensa que o garoto sempre se deu bem nos estudos. No início da sua vida estudantil, como disse à reportagem, Mateus teve bastante dificuldade, mas com o tempo foi adotando métodos de estudo mais eficientes. O início do processo para aprovação em Harvard também não foi fácil, isso porque Mateus não passou no teste inglês, na primeira etapa para admissão.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@mateus.costaribeiro.

Ele teve, então, apenas 15 dias para se preparar para nova prova do idioma antes que o prazo de preparação acabasse. Esse foi um momento complicado para o garoto, mas ele conta que nunca duvidou que conseguiria a aprovação. Mateus conseguiu a vaga no ano passado, 2019, e atualmente, aos 20 anos, compartilha um pouco da sua rotina na faculdade através de seu Instagram.

“Quando você tem autoconfiança, você não permite que uma reprovação te defina”, disse o garoto à reportagem. O jovem conta que não é o “gênio”, como todos gostam de dizer, afinal suas conquistas, segundo Mateus, são apenas o reflexo dos seus esforços e dedicação aos estudos.

Para Mateus, esse exemplo mostra que ele não “é um gênio”, mas uma conquista como essa é possível para outras pessoas.

Seus feitos se devem, claro, à inteligência que ele exercitou, dia após dia, mas também à sua capacidade de superação, disciplina e concentração. “Foco é o principal, não entrei na universidade cedo porque sou um gênio, mas porque eu tive foco nesse projeto”, revelou ao jornal. Mateus, sem dúvida, ainda terá um futuro muito promissor.

O que você achou da história desse menino-prodígio?

Responda-nos nos comentários e compartilhe este texto nas suas redes sociais.

Jovem com síndrome de Down visita o túmulo da mãe para contar que se formou: “Eu consegui!”

Artigo Anterior

Vovó de 72 anos venceu o câncer e passou na faculdade. Ela cursará Letras!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.