Animais

Cão abandonado volta para sua casa inundada na esperança de encontrar seus donos!

O cãozinho havia sido resgatado três vezes, mas voltava em busca dos donos que o haviam abandonado durante a inundação. A lealdade dos cães é única!



Uma das características mais marcantes dos cães e que desperta o mais profundo sentimento de amor e apreço em nós é sua lealdade.

Esses animais estão ao nosso lado em todos os momentos. Não importa se estejamos vivendo as melhores ou piores fases de nossas vidas, eles permanecem ao nosso lado, presenteando-nos com seu carinho, amor e entrega. Mesmo quando estamos muito cansados ou bravos para lhes oferecer um olhar de amor ou um carinho na barriga, eles continuam nos amando da mesma maneira, e correm em nossa direção ao menor sinal de que algo não está certo.

Sua companhia é como um presente divino, mas infelizmente muitas pessoas não reconhecem isso, e acabam tratando esses animais com frieza e maldade, deixando-os de lado nos momentos em que mais precisam de ajuda.


O caso que contaremos hoje é um exemplo disso, e tem se tornado popular no Facebook depois de ser compartilhado por um abrigo de animais do México.

A ONG Mundo Siempre Vivo (MADMI) compartilhou o seu perfil, que conta com mais de 100 mil curtidas, no último dia 11 de novembro, uma publicação de partir o coração sobre um cachorrinho abandonado.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Mundo Siempre Vivo (MADMI).

Segundo a publicação, Máximo, como foi chamado por aqueles que o resgataram, havia sido deixado amarrado ao chão pela família, próximo a uma ponte, durante uma enchente, abandonado à própria sorte. O cão teria ficado por 26 horas preso com a água chegando ao pescoço, até que foi resgatado por pessoas que passavam pelo local.


No entanto, quando foi libertado pelos voluntários, a primeira coisa que o cãozinho fez foi retornar à sua casa, que estava sendo coberta pela água, em busca da família, que não estava lá. Acredita-se que tenham abandonado a casa por conta das inundações, mas não levaram o seu companheiro canino junto.

A publicação conta que o animal foi resgatado das águas três vezes, mas voltava para sua casa, e que até mesmo autoridades visitaram o local para ver se o comportamento do animal não seria um indicador de que alguém estivesse preso na casa.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Mundo Siempre Vivo (MADMI).

Foi gerado um grande número de reações e de comentários de empatia pelo cãozinho deixado pela família, bem como muitas condenações ao ato de deixar um ser incapaz abandonado.


Não há conclusão sobre o que aconteceu com Máximo, mas esperamos que ela tenha recebido alguma ajuda da população ou mesmo da ONG, já que sua história chamou a atenção de tantas pessoas.

Esse caso é uma importante reflexão sobre a responsabilidade que é preciso ter com os animais de estimação. Eles são seres como nós e merecem um tratamento digno.

Animais não merecem ser abandonados, e precisam de lares onde possam encontrar amor e acolhimento em todos os momentos. Que as imagens de Máximo sirvam de lição e que nos tornemos cada dia melhores com os animais e as pessoas ao nosso redor.

Compartilhe esta reflexão em suas redes sociais!


Mulher adota 250 cães de uma vez. Ela mudou a vida dos animais de um abrigo inteiro!

Artigo Anterior

Primeiras doses da vacina Pfizer contra o coronavírus são aplicadas nos EUA e Canadá!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.