Animais

Depois de cinco anos vivendo em meio à sujeira, dois cães são resgatados e ganham uma família

Millie e Kiara foram encontrados num local completamente insalubre e apresentavam graves problemas de saúde. O resgate mudou suas vidas!



O cuidado com animais não deve ser encarado como brincadeira. Ter um animal de estimação em casa envolve muito mais fatores do que se imagina, como alimentação equilibrada, atenção, paciência, cuidado e higiene. Algumas pessoas pensam que a presença de um bichinho não muda em nada a rotina de uma casa, mas a verdade é que eles exigem tempo e dedicação.

Os maus-tratos talvez sejam comparáveis ao abandono de animais, já que as duas ações implicam em total negligência à vida de outros. Tem-se a falsa ideia de que, como eles não falam, maltratá-los não vai fazer diferença, por isso é extremamente importante compreender que ter animais envolve responsabilidade e afetividade em níveis que nem todos estão preparados para ofertar.

Pode parecer bonito quando se veem fotos de pessoas com seus bichinhos de estimação, mas eles são muito mais importantes do que meras aparições na internet, e devem ter suas vidas respeitadas. Mantê-los presos, alimentar pouco ou mal, bater e destratar são alguns dos comportamentos que devem ser colocados de lado quando o assunto é criação de pet.


Cães não são guardas e gatos não servem para caçar animais indesejados, suas vidas importam tanto quando as nossas, por isso, se pensar em adotar um bicho de estimação, tenha em mente que os gastos vão aumentar, talvez seja um bom momento para refletir se tem a capacidade e o tempo necessários para esse novo membro da casa.

Millie e Kiara viviam em um local completamente inadequado, junto com vários outros cães. Além de muita sujeira e alimento insuficiente, os cachorros apresentavam, em sua maioria, graves problemas de saúde que não foram tratados.

Tinham parasitas, doenças sanguíneas, além de apresentar sérios traumas, já que eram constantemente submetidos a violência.


Direitos autorais: reprodução YouTube/Humane Society International – America Latina.

Millie tinha uma infecção tão grave na pata, que mal conseguia andar. Com a falta de zelo e tratamento adequado, ele corria o risco de até perder o membro. Kiara estava completamente desnutrida, quando foi resgatada, tinha um problema sério na espinha, que afetava sua mobilidade.

Ambos os animais estavam sujos, com os pelos completamente sem cuidado, tinham fome, sede. Viveram dessa forma durante longos cinco anos.


Direitos autorais: reprodução YouTube/Humane Society International – America Latina.

O caso aconteceu na Costa Rica, na América Central, e a Humane Society International interveio, resgatando os pobres animais negligenciados.

A ONG se empenhou em fornecer tratamento veterinário de qualidade, e o esforço da equipe era o que faltava para que os dois conseguissem se tratar. Millie teve a infecção de sua patinha controlada, além de sua completa cicatrização.


Direitos autorais: reprodução YouTube/Humane Society International – America Latina.

Kiara passou por um tratamento adequado para controlar o problema na sua espinha; grande parte das complicações vieram dos anos de alimentação insuficiente e maus-tratos. Graças ao esforço de uma equipe coesa, os dois pequenos conseguiram começar uma fase melhor em suas vidas e logo a ONG encontrou um lar amoroso para ambos.

Direitos autorais: reprodução YouTube/Humane Society International – America Latina.


Eles foram para sua nova casa na esperança de finalmente receber o tratamento que sempre mereceram. O carinho de seus novos donos mudou-os perceptivelmente e hoje eles recebem muito amor e cuidado.

Direitos autorais: reprodução YouTube/Humane Society International – America Latina.

O que você achou deste caso?


Comente abaixo e compartilhe-o nas suas redes sociais!

Professor obriga aluna a vendar os olhos durante aula on-line: “Quero ver se você realmente estudou”

Artigo Anterior

Menino que vendia balas no sinal e lia a Bíblia no chão recebe doações e tem a vida transformada!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.