3min. de leitura

Existem pessoas que têm um dom de atrair e ter afinidade com outras…

Pessoas que fazem click… Alguns chamam de paixão e dizem que ela é avassaladora, outros falam que é simplesmente destino; os mais espiritualizados falam em almas gêmeas, coisas que nos ligam a vidas do passado, e os mais instintivos dizem que é uma…”química que rola”.


O fato é que, existem pessoas que têm um dom de atrair e ter afinidade com outras; os motivos são inexplicáveis à mente humana. São como as palavras, que nem sempre são escritas na hora em que são proferidas.

Essas paixões chegam sem pedir licença e em momentos que nem sempre são os mais adequados. Como nem sempre estamos preparados para viver um grande amor, nem sempre essa paixão continua. Mas existe tempo para isso? Ou isso é a própria vida que nos clama para ser vivida?

Se viver é apaixonar-se, então, que a paixão role e que se tire os pés do chão, mas ao tirar os pés do chão ficamos volúveis e nem sempre controlamos nossos atos, perdemos um pouco da nossa autodeterminação e … um pouco da nossa própria vida!

Existem pessoas capazes de nos passar paz e serenidade, carinho e ternura… tudo isso de boca fechada e apenas com um olhar.

Esse olhar enlouquece, vem carregado de desafio e meio que ofertando dar a sua própria vida para viver um grande amor.


Aí, por vezes somos sugados, subjugados e desafiamos esse chamado maior, entregamos nossa própria vida. Colocamos em jogo muita coisa e nos entregamos, por vezes, sem pensar. Não existem prantos, somente encantos, seguimos a luz forte que nos cega, que nos enfeitiça e nos alinhamos com as tais linhas curvas, escritas de maneira torta que nos levam ao nosso próprio destino.

Aí pairam as dúvidas do que ocorre conosco, com nosso próprio corpo, que num dilatar de pupilas nos deixa no ar… essas pessoas têm luz e enfeitiçam a todos ou é alguma coisa criada com um interlocutor específico?


O que gere os nossos encontros são linhas da mão, traçados nos céus, olhares ou simplesmente química, momento?

Dúvidas insolúveis que merecem mais ser vividas e testadas do que exploradas na teoria. E assim vivemos na prática o amor que nos desafia.

______________

Direitos autorais da imagem de capa: anpet2000 / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.