AmorFelicidadeO Segredo

Fechado para balanço

fechado para balanço

Ela não desistiu do amor. Não desistiu de amar. Não desistiu de ser feliz. Não desistiu do seu velho sonho. Ainda não. Uma igreja florida, um tapete vermelho, um sorriso a esperando no altar, um cachorro saltitante no jardim, crianças no sofá da sala, dois velhinhos no pomar, calma no coração. Não! Isso tudo ainda vive dentro dela. Ela não desistiu de chegar ao terraço, simplesmente, não suporta mais os degraus da escada. A verdade é que foi um longo caminho até aqui. Flores que murcharam, lágrimas que caíram, escolhas erradas, planos rasgados. Um coração cansado de se reinventar. Não! É certo que ela não desistiu. Apenas, se cansou. De se entregar para quem não merecia. De acreditar em quem mentia. De ouvir sempre as mesmas promessas. De ser tudo sempre igual. De sentir solidão a dois. De ter que recomeçar tudo do zero. Tantas vezes. Tantas mágoas. Tanta dor. E há quem diga que ela não tem mais sentimentos. Há quem diga que ela é injusta. Há quem diga até que ela desaprendeu a amar. Na verdade, não é bem assim. Esse coração de mármore era diferente até outro dia. Mas, de tanto se ferir, criou essa proteção, quase que impenetrável. Está duro e frio, mas, ainda assim, é um coração. E, por mais que não admita, ainda quer se apaixonar novamente. Desde que seja pela última vez. Isso mesmo. Só mais uma. Dar o último primeiro beijo. Dizer o último sim. Se entregar sem medo. Lá, bem lá no fundo mesmo, esse sonho ainda vive. Escondido e amordaçado, mas vive. A vontade de ser mãe. De ter uma família. De construir algo para a vida toda. Por muito tempo ela se culpou. Por muito tempo lamentou o tempo perdido. Agora, que finalmente conseguiu se reerguer, não se permite mais errar. Veja bem. Eu não digo que você não deva se interessar. Apenas, deixo o alerta. Quer ficar com ela? Então, vai ter que provar que merece. Será preciso muita força de vontade. Que venha para ficar ou nem apareça. Um coração cheio de amor próprio não aceita visita de outro sentimento qualquer. Para ser sincero, amigo, você sabe, mulher é difícil de prever. De duas, uma: ou é mesmo tudo isso que eu te falei, ou ela simplesmente te achou feio. Pode ser também. Todo mundo tem esse direito. Difícil de saber. Se for o segundo caso, favor desconsiderar o texto.



 

___

Escrito por Rafael Magalhães – Via Precisava Escrever


Eu percebi que a gente não dá certo

Artigo Anterior

O amor verdadeiro não é conhecido pelo o que exige, mas pelo o que oferece

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.