Notícias

Jornalista Mariana Godoy e um ex-padre se apaixonaram e acabaram se casando

Jornalista Mariana Godoy
Comente!

A jornalista Mariana Godoy, 50 anos, desabafou sobre seu casamento com o ex-padre Dalcides Biscalquin, que abandonou a batina há 15 anos para viver ao lado da amada. Em entrevista, Mariana contou como o marido lidou com críticas e ainda desabafou a ausência de mulheres mais velhas na TV.

Sobre o romance com Biscalquin, a comunicadora explicou ter se apaixonado rapidamente, mas o ex-padre precisou de um tempo para processar a nova fase de sua vida. “Ele era amigo de um amigo meu, que nos apresentou. Eu dei algumas dicas pro programa que eles tinham [na emissora católica Canção Nova]”, disse.

“A gente ficou próximo. Um belo dia… A única coisa que falei foi: ‘Olha, vou te beijar!’. Ele sumiu. Ficou uns meses [sumido], tinha vários trabalhos em Portugal. Quando voltou, decidiu que queria pedir a dispensa [da Igreja]. Pediu em setembro e a gente se casou em dezembro”, revelou Mariana.

No bate-papo, ela ainda comentou que o marido foi criticado pela saída da Igreja. “Vida que segue. Tá cheio de padre por aí. Esse resolveu casar, tchau! Supera. Eu não ligo para o que as pessoas falam, você não consegue ter uma vida completa se ficar o tempo inteiro prestando atenção ao que os outros falam. ‘Ah, a família tradicional católica’. Não estou nem aí”, disparou a apresentadora.

Screenshot 18250

Direitos autorais: Reprodução.

Mariana, que esteve à frente do Bom Dia São Paulo e Bom Dia Brasil, na Globo, declarou que a TV não costuma ser gentil com mulheres. “Mulher não fica velha à frente dos programas. A TV brasileira trata muito mal as mulheres que envelhecem na frente das câmeras, vai tirando devagarzinho”, disse.

“A gente teve o Sérgio Chapelin grisalho à frente do Jornal Nacional, o Cid Moreira com o cabelo completamente branco. Agora você não viu a Lilian Witte Fibe envelhecer no ar, nem a Ana Paula Padrão no jornalismo. É impressionante”, concluiu Mariana.

Comente!

Quando você ajuda um colega de trabalho, você não cria um concorrente, semeia gratidão!

Artigo Anterior

Menina de 12 anos denuncia abusos do pai em mensagens para professor: “Disse não, mas ele continuou”

Próximo artigo